Conteúdo

Parque em Santos integrará crianças com e sem deficiência

14 de junho de 2020
8h 50

Explorar novos ambientes e fazer novas amizades em um espaço que não apresenta barreiras para limitações físicas nem intelectuais. O primeiro parque infantil totalmente acessível da Cidade já está com 60% das obras executadas e previsão para ser inaugurado no final de julho.

Balanços, painéis sensoriais, molas, escorregador. Estes e muitos outros brinquedos instalados ao ar livre com adaptação para crianças com deficiência vão poder ser usados gratuitamente por crianças de todas as idades, com e sem deficiência, promovendo, assim, a inclusão.

Localizado dentro do Jardim Botânico Chico Mendes (Rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro), o local contará com painéis sensoriais em um espaço para estímulo, lazer e desenvolvimento para crianças com ou sem deficiência.

A obra já está com as seguintes etapas concluídas: nivelamento dos pisos, base dos seixos, fixação dos pergolados de madeira e infraestrutura elétrica dos postes de iluminação.

TRÊS ÁREAS

As intervenções contemplam três áreas: de convivência, de brincar e do bosque, totalizando cerca de 2.500 m².

A área de convivência é uma remodelação do atual playground e trará espaços para piqueniques, áreas sombreadas com pergolados, paisagismo contemplativo e mesas acessíveis.

No local denominado área de brincar haverá conjunto de brinquedos e equipamentos que favoreçam a integração entre as crianças e estimulem o convívio, o respeito às diferenças e a amizade, tendo como foco a total segurança de todos os participantes.

Os equipamentos ainda promovem o exercício da coordenação motora e atuam como um complemento ao trabalho psicológico e à terapia ocupacional, colaborando no tratamento das crianças com deficiência ou mobilidade reduzida.

Um caminho pavimentado que percorre trechos entre árvores foi criado, denominado área do bosque. Além do complexo de sanitários existente, um banheiro familiar acessível foi adaptado para uso de pessoas com deficiência.

ACESSIBILIDADE

O projeto contemplou a acessibilidade desde o ponto de ônibus localizado na via que dá acesso à entrada do parque. Os pisos táteis também foram colocados no percurso que passa pelos banheiros e pelo bosque.
Arquiteta da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) responsável pelo projeto, Juliana Carlini explicou que a iniciativa foi inspirada em espaços de grandes cidades do mundo.

“Seguimos uma tendência vista em muitas cidades no Brasil e no mundo. Cada vez mais, Santos cria espaços de inclusão e acessibilidade em espaços públicos, uma prática já adotada por nós na hora de planejarmos nossa cidade e nossos espaços”, comentou a arquiteta.

O projeto foi desenvolvido pela Sedurb e pela Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), realizado por meio de Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias (Trimmc), firmado com a Ageo Leste Terminais e Armazéns Gerais como contrapartida pela construção de terminal portuário na Ilha Barnabé.

Galeria de Imagens

Pergolados em área ao ar livre

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.