Conteúdo

Palestra para servidores de Santos aborda necessidade de resiliência no ambiente de trabalho

24 de outubro de 2019
16h 07

A resiliência é necessária em ambientes de trabalho com cultura de mudança de gestão, exemplo do serviço público em todas as esferas – municipal, estadual e federal. Essa foi a principal mensagem transmitida em palestra destinada a servidores públicos e sociedade civil, realizada nesta quinta-feira (24) no auditório da Escola Municipal de Administração Pública de Santos (Emaps), no Centro, em comemoração à Semana do Servidor.

O assunto foi explanado pela assessora técnica da Secretaria de Gestão da Prefeitura de São Paulo, Marise Miglioli Lorusso, também doutora em Administração. “Significa, acima de tudo, ter a capacidade de adaptação aguçada, sondar o ambiente onde se vai trabalhar, flexibilidade e olhar as mudanças como oportunidades e desafios, não como obstáculos. Isso vai ajudar muito a pessoa a diminuir o impacto das mudanças, principalmente no setor público, onde isso é esperado periodicamente”, disse ela, que também deu exemplo da aposentadoria. “Preparar-se para ela é uma maneira de ter resiliência”.

Ter propósito, empatia, bom humor, controle de impulsos e emoções, saber se defender, ter um plano B, ser criativo e intuitivo foram algumas características de pessoas resilientes mencionadas pela especialista. “Não é o mais forte nem o mais inteligente, mas o que se adapta melhor às mudanças”, completa.

Ela também mencionou a importância de os gestores analisarem o perfil de cada funcionário, incentivarem a participação na resolução de problemas e cuidarem da motivação da equipe para que ela se sinta reconhecida profissionalmente. “Quanto maior a tensão no ambiente ou a deformação do ‘eu’, pior. Às vezes, você fica com tanto medo de errar que você erra. E as pessoas reagem diferentemente diante das mesmas situações”.

A oficial administrativa Eloiza de Fátima Medina de Matos, 46 anos, que trabalha no Departamento de Medicina do Trabalho, da Secretaria de Gestão (Seges), saiu da palestra fortalecida. “É importante verificar o perfil de cada um na equipe. No caso do oficial administrativo, tem um que é bom de atendimento, outro de administração. Então, é interessante as chefias identificarem isso. Ouvir essa palestra faz a gente se polir e trabalhar mais a resiliência”.