Conteúdo

Ouvidoria Móvel vai às ruas ouvir frequentadores do Centro de Santos

18 de agosto de 2019
13h 57

Equipes da Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC) estão percorrendo as ruas do Centro Histórico, até o final de setembro, para colher opiniões de empreendedores, moradores, agentes culturais e demais munícipes que têm atuação na região. Os dados deste trabalho vão integrar o Plano de Metas do Centro para 2020. O documento definirá prioridades que devem ser atendidas para a melhoria da região e auxiliará no planejamento anual das secretarias municipais.

Desde o início do mês, as propostas começaram a ser anotadas pelas equipes nas ruas, praças e avenidas do Centro. Com a coleta de informações será possível quantificar as principais demandas e sugestões dos munícipes. Os munícipes também podem se manifestar pelo link www.santos.sp.gov.br/pmc2020.

Após a conclusão da consulta pública, as propostas serão discutidas e avaliadas pelas secretarias e órgãos municipais para inclusão no programa de Participação Direta dos Resultados (PDR). Sócio de uma cafeteria no Shopping Passarela, Ricardo R. Ferreira da Cunha, 38 anos, está na região há dois anos e destacou os novos empreendimentos em outros bairros como fortes concorrentes aos comércios do Centro.

“Hoje, o empresário tem diversas opções para locação de salas em grandes empreendimentos, seguros, novos, em outros bairros, pelo mesmo valor que pagaria um espaço deteriorado no Centro. Acredito que os níveis de tombamento devem ser revistos e flexibilizados. Deveria haver um mix entre torres modernas e arquitetura antiga e conservada”. Ele também relatou sua opinião em assuntos como pessoas em situação de rua, eventos na região e incentivo fiscal.

Filho de comerciante que atuou na área central por mais de 45 anos, Luiz Eduardo de Castro Ferreira, proprietário de empresa de materiais elétricos na Rua General Câmara, tem grande apego emocional pelo Centro. E ele espera o dia em que a região será novamente destino dos santistas para lazer e comércio. “Temos que mudar o cenário da região, trazer a população novamente para cá, a valorização de nossa história deve ser colocada novamente na cultura de vida do santista”. O comerciante ainda destacou melhor valorização turística da região, maior oferta de estacionamento, segurança e adaptação no roteiro dos bondes.

O acompanhamento da execução do Plano de Metas do Centro poderá ser feito pelo site www.santos.sp.gov.br/indicameta a partir de janeiro de 2020.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.