Conteúdo

Operação Verão registra queda na violência

7 de março de 2018
16h 30

A Operação Verão 2017/2018 foi encerrada com queda da violência em cinco dos seis indicadores verificados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, em relação à temporada 2016/17. Os dados, que abrangem 16 municípios entre Baixada Santista e Litoral Norte, foram anunciados nesta quarta-feira (7) pelo secretário de Segurança Pública, Mágino Alves, no Palácio da Polícia (Centro Histórico).

Presente no evento, o governador em exercício Márcio França disse que a tendência é a criação da Operação Fluxo. “O pensamento é que a polícia também se desloque para o litoral, acompanhando a movimentação dos turistas nos finais de semana prolongados”. Isso significa colocar nas ruas um efetivo policial semelhante ao da Operação Verão. Esse reforço policial ainda não tem data para começar.

O balanço positivo mostrou que o latrocínio (roubo seguido de morte) caiu 60% da Operação Verão 2016/17 para a operação 2017/2018; roubo em geral, -17%; roubo de carros, -36%; furto em geral, -16%; furto de carro, -7,6%; e o homicídio subiu de 33, em 2016/2017 para 35 na Operação Verão 2017/2018. Em Santos, a taxa de homicídios de todo o ano passado foi de 2,26 para cada 100 mil habitantes.

Estratégia

Mágino Alves explicou que a última Operação Verão usou policiais mais experientes ao invés dos formandos e ele acredita que essa mudança de estratégia refletiu nos números positivos. A operação contou com 2.954 policiais militares, e 2.726 vagas para policiais civis atuarem por meio da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho e mais 152 viaturas atuando na Baixada Santista e 68 no Litoral Norte, além do uso de helicóptero.

“Isso representou 400 policiais militares e 40 policiais civis, por dia, reforçando o policiamento do litoral paulista”, disse o titular da segurança pública.

 

Operação Verão em números

 

  • 90.058 pessoas abordadas
  • 88.703 veículos fiscalizados
  • 66 armas apreendidas
  • 275 prisões em flagrante
  • 2,3 toneladas de drogas apreendidas
  • 406 crianças perdidas foram recuperadas
  • 1.539 pessoas salvas pelos bombeiros
  • 1.957 estabelecimentos comerciais vistoriados
  • 186 mil autuações de trânsito nas rodovias
  • 43.514 ações de prevenção ao crime

 

Foto: Susan Hortas/Arquivo