Conteúdo

Oficina de turbantes destaca importância da cultura negra - confira fotos e vídeo

17 de novembro de 2017
14h 17

Os turbantes chegaram ao Brasil com as escravas, que não tinham como arrumar os cabelos e os escondiam. E hoje são itens de beleza que qualquer pessoa pode usar. Estas e outras informações enriqueceram a oficina de turbantes, sexta-feira na Praça Mauá, que integrou as homenagens pelo Dia da Consciência Negra.

A professora, Luciana Couto Rivera, pesquisa há três anos e ensina esta arte a interessados e a seus alunos no Colégio Santista, onde também ministra História. “Não há restrição de idade, sexo ou cor”, afirmou ela, que já recebeu até encomenda do acessório para um bebê.

Não há limites à imaginação e criatividade ao se confeccionar um turbante. “Você transforma um pedaço de tecido em uma coroa. Para mim, são coroas, sem segredos. Basta ir fazendo amarrações, sem deixar as pontas de fora”.

Outra dica é usar outros adereços em tamanho grande, como brincos e óculos de sol.

FLOR

Maria Lúcia Ferreira, 66, sempre gostou de usar turbantes. “Faço amarrações simples, mas queria aprender outras formas”. Luciana explicou como fazê-lo com uma amarração que parece flor: colocar o tecido atrás da cabeça, no pescoço; puxar as pontas para frente e medir se estão iguais; puxar na direção da testa, onde nasce o cabelo, dar um nó junto às pontas do nó e fazer um twist (enrolar o tecido) colocando a ponta enrolada circundando o nó e escondendo as pontas dentro dele.

A oficina teve a participação de oito alunos do Colégio Santista. “Foi a primeira vez que fiz um turbante. Quando me olhei no espelho, fiquei emocionada”, afirmou Yasmin Gomes dos Santos, 9, do 3º C.

Estudante do 3º B, Enzo Rodrigues, 9, declarou que já usou o acessório duas vezes. “Não tenho preconceito. Acho que fico bonito”.

Quem tiver interesse, pode consultar a página de Luciana no Facebook.

NA ESCOLA

No sábado (18), o Colégio Santista vai promover apresentação de capoeira e oficina de turbante com a professora para as crianças, pais e convidados.

Fotos: Susan Hortas

Conteudo do Portal de Assistência

Para ver todas as novidades sobre "Cadoj" visite o Portal Assistência

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.