Conteúdo

Obras em praça do Centro de Santos começam em outubro

11 de setembro de 2019
12h 25

As intervenções para melhorar a acessibilidade da Praça da República, no Centro Histórico, devem começar no próximo mês. O espaço vai ganhar novos passeios em concreto, nivelados e padronizados, rampas de acessibilidade e pisos táteis. Bancos e lixeiras serão redistribuídos, tudo para assegurar caminhos acessíveis.

A reurbanização da Praça da República resgata a importância dos 5 mil m², realçando sua porção central, em frente ao prédio da Alfândega (1934) e que ostenta o monumento em homenagem a Braz Cubas, o primeiro instalado na cidade de Santos, em 1908. A estátua receberá serviços de conservação.

O projeto foi analisado e aprovado pelos conselhos estadual e municipal de defesa do patrimônio histórico (Condephaat e Condepasa). A revitalização deve levar cerca de quatro meses, com estimativa de conclusão em fevereiro de 2020.

INTEGRAÇÃO

Atualmente, o espaço abrange diversos recantos que, em função de alterações e ampliações ao longo do tempo, não apresentam conexões adequadas entre si, nem alinhamento com as diretrizes de acessibilidade e padronização adotadas pela Prefeitura.

Esse projeto de reurbanização visa dar uniformidade à praça integrando os diferentes fragmentos por meio de alinhamento e nivelamento do conjunto, que será cercado por balizas de aço inoxidável.

MOBILIDADE

Os estacionamentos para automóveis e motos, paraciclos, unidade do Bike Santos, ponto de táxi e uma nova plataforma de embarque e desembarque acessível para ônibus municipais serão transferidos para os setores laterais da praça. O núcleo central da praça será preservado para deslocamento, descanso e contemplação.