Conteúdo
Notícias

Obra vai melhorar fluxo de águas pluviais em bairro da Zona Noroeste de Santos

Publicado: 24 de outubro de 2021 - 8h59

Uma parte do sistema de drenagem do bairro Caneleira (Zona Noroeste) será ampliada para melhorar o fluxo de águas de chuva e maré alta. O trecho a ser beneficiado com os trabalhos fica no encontro da Rua Sebastião de Castro Rios com a Avenida Nossa Senhora de Fátima.

O ponto enfrenta dificuldade de escoamento devido a um estrangulamento nos dutos que recebem o fluxo da Rua Sebastião Brasil e da travessa de mesmo nome. A área ganhará tubulações com maior diâmetro e aduelas para formar uma galeria que será capaz de absorver toda a vazão exigida.

Para contratar a empresa que fará os serviços, a Prefeitura abriu uma tomada de preços. A empresa que vencer o processo licitatório deverá entregar a obra em cinco meses a partir da emissão da Ordem de Serviço. O custo estimado da obra é de R$ 612.791,72, incluindo material, equipamentos e mão de obra. Os recursos são do governo Federal, com contrapartida do Município.

MELHORIAS

Os serviços serão realizados em trecho de 50 metros de extensão, sob a supervisão da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi). Começarão com demolição e escavação para a retirada da drenagem antiga e preparação da área onde serão instalados os novos equipamentos: 11 metros de tubo com um metro de diâmetro e 36 aduelas de concreto com 1,5 metro de largura, um metro de profundidade e um metro de altura.

Segundo o Departamento de Planejamento de Obras da Siedi, os trabalhos envolvem ainda a recomposição de 70 metros de pavimentação, 271 metros de sarjetas e 11 metros de passeios na área que será escavada para instalação dos dispositivos de drenagem; novas bocas de lobo, grelhas e poços de visita que dão acesso à manutenção das redes subterrâneas pluviais da Prefeitura.

Intervenção estará integra ao Santos Novos Tempos

Esse sistema de escoamento das águas de chuva será ligado com a futura galeria do Programa Santos Novos Tempos no bairro Caneleira, onde serão implantados uma estação elevatória (EE4), a caixa de captação 1 e as linhas de recalque (galerias de deságue).

No total, o Santos Novos Tempos prevê a instalação de 14 sistemas de comportas e 13 estações elevatórias até 2028. Trata-se de um plano que inclui iniciativas nas áreas habitacional, viária e social, para beneficiar, diretamente, cerca de 120 mil moradores de 12 bairros da Zona Noroeste e entorno.

Fotos: Marcelo Martins.

Galeria de Imagens

Cruzamento localizado em frente à Subprefeitura da Zona Noroeste, ao fundo da imagem. #pracegover
Área ganhará tubulações com maior diâmetro e aduelas para nova galeria.