Conteúdo

Obra de drenagem da Nova Entrada de Santos terá investimento de R$ 20 milhões

21 de fevereiro de 2020
13h 57
Obras em andamento. Homens estão próximos a grande escavação. #Paratodosverem

Um dos principais gargalos que provocam alagamentos e transtornos na entrada da Cidade será resolvido. O Governo Federal investirá R$ 20 milhões na continuidade dos trabalhos de drenagem da bacia do Rio Lenheiros, no Saboó, no lado da linha férrea. O anúncio foi feito nesta terça-feira (18), pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. 

A liberação do investimento se deu após constante empenho e pleito realizado pelo prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa que, a pedido, contou com o apoio da deputada federal Rosana Valle. “Esse é um avanço significativo para a Cidade que vive esse problema há décadas, num local onde milhares de pessoas passam diariamente, que é a nossa prioridade nesse projeto”, disse o chefe do Executivo. 

A drenagem do Rio Lenheiros foi incluída na prorrogação antecipada do contrato de concessão da ferrovia, que é de responsabilidade da MRS Logística. Após a assinatura do contrato, com data a ser definida, a obra será imediatamente iniciada. 

“Para que o sistema de drenagem proposto pelo Programa Nova Entrada de Santos funcione de forma plena é necessário que o mesmo seja implantado integralmente. Uma das obras mais aguardadas e importantes é essa drenagem do Lenheiros que complementa a drenagem da entrada da Cidade”, explicou o gestor do Programa Nova Entrada de Santos, Wagner Ramos.

 

AMPLIAÇÃO

A Prefeitura já dá andamento à ampliação do pontilhão do Rio Lenheiros, do lado da Avenida Martins Fontes. O pontilhão passa embaixo das quatro pistas da via. O primeiro trecho, concluído em março de 2019, passou de sete metros de largura por dois de profundidade para 11 metros de largura por três de profundidade. A estrutura da pista 1 (local) fica entre a Travessa Dois e a Rua Flamínio Levy, sentido bairro/Centro. E sob as pistas 2, 3 e 4 passará de sete metros de largura por dois de profundidade para 13 metros de largura por 3,5 de profundidade. 

A Avenida Martins Fontes, nesse trecho, também passou por limpeza de galerias de drenagem, recuperação de duas galerias que medem 1,30 x 1,70 metros cada, auxiliando na maior vazão das chuvas, pavimentação, novas guias, sarjetas, calçadas e iluminação. 

 

FASE ATUAL

A etapa atual da obra consiste na escavação para a localização de uma rede de gás, que está enterrada entre as pistas 3 (sentido Santos/SP) e 4 (paralela ao muro da linha férrea). Por esse motivo, o trânsito da 3 precisou ser desviado, recentemente, para a prospecção.
A Comgás – empresa responsável pela distribuição de gás na Cidade – está monitorando permanentemente a obra do início ao fim para garantir a segurança do trabalho e cumprir o planejamento e o plano de prevenção de riscos. 
A obra na pista 4 deve ser concluída em aproximadamente 40 dias. E a obra de drenagem da pista 3 deve terminar em cerca de três meses, dependendo das condições climáticas.
 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.