Conteúdo

Número de frequentadores do Espaço do Idoso cresce 78% em um ano

18 de julho de 2017
16h 30

Em um ano de funcionamento o Espaço do Idoso cresceu 78% em relação ao número de frequentadores. Passou de 800 para 1.425 pessoas acima de 50 anos que encontram no equipamento da Prefeitura um apoio para a nova fase da vida adulta. A data será comemorada na quinta-feira (20) entre os alunos e, às 18h30, haverá uma breve apresentação, para autoridades e convidados, das oficinas oferecidas.

O crescimento do total de usuários foi possível em virtude do aumento da oferta de cursos. No ano passado eram 16 modalidades e agora somam 26. Neste mês o serviço chegou à Zona Noroeste, com aula de dança de salão às quartas e sextas-feiras, das 17h às 18h, no Centro Cultural da Zona Noroeste, à Av. Afonso Schmidt s/nº, Areia Branca.

Vinculado à Coordenadoria de Políticas para a Pessoa Idosa, da Secretaria de Relações Institucionais e Cidadania, esse serviço público promove o envelhecimento ativo da população santista. A iniciativa atende ainda ao artigo 3º do Estatuto do Idoso, que prevê o direito ao esporte, ao lazer e à cultura.

Outro benefício proporcionado pelo Espaço do Idoso é o convívio social. Segundo a coordenadora da unidade, Ana Bianca Ciarlini, “existe um planejamento para aumentar o número de modalidades e inscritos para o próximo ano, atendendo assim uma parcela maior dos 21% da população idosa de Santos”.

Melhor

A pensionista Guiomar Rocha, 83 anos, frequenta o Espaço do Idoso desde a inauguração e não pensa em parar. “Antes eu ficava muito triste no apartamento. Agora tenho muitas amigas, e posso dançar e conversar”.

Já para a aposentada Sonia Costa, 67, o Espaço do Idoso resultou no fim da depressão e deixou de tomar remédio para a fibromialgia. “Eu era gerente de vendas, chegava a trabalhar 14 horas por dia. Foi muito difícil parar de trabalhar, mas aqui encontrei um novo ânimo”.

Foto: Susan Hortas