Conteúdo

Novo Posto da Polícia e Guarda Municipal traz mais segurança para a Nova Entrada de Santos

21 de dezembro de 2020
13h 42
foto aérea da base #paratodosverem

Elaine Schwanz

A partir desta segunda-feira (21), a entrada da Cidade conta com novo um Posto de Segurança e Orientação, na esquina das avenidas Nossa Senhora de Fátima e Martins Fontes com a Rodovia Anchieta. A construção atual – que traz mais segurança e resgata a referência arquitetônica e histórica do antigo Auto Posto Marilu – abriga as bases da Polícia Militar (PM), da Guarda Civil Municipal (GCM), da Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET-Santos) e do Posto de Informações Turísticas (PIT).

“Além das obras de drenagem e mobilidade, com a remodelação do sistema viário da entrada da Cidade incluindo a construção de quatro viadutos e duas pontes, a segurança foi muito bem pensada. Quem chega e quem sai de Santos, e os moradores do entorno, vão se sentir mais seguros com esse equipamento que funcionará 24 horas por dia”, afirmou o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, durante a entrega do posto.

Os serviços da PM, GCM e CET-Santos funcionarão todos os dias da semana, durante 24 horas e o PIT todos os dias da semana, das 9h às 18h. Em caso de necessidade, a população dispõe de viaturas da PM e da GCM para pronto atendimento. Em caso de acidentes de trânsito sem vítimas na região da entrada da Cidade, a PM poderá fazer o boletim de ocorrência na base. “Essa base é de vital importância por estar num ponto estratégico permitindo um tempo de resposta mais rápido das equipes de segurança. Além disso, pode ser visualizada com facilidade por quem está entrando na Cidade e a sinalização gráfica dos órgãos identifica facilmente os serviços prestados”, afirmou o secretário Municipal de Segurança, Sérgio Del Bel.

MONITORAMENTO

O novo posto da PM/GCM possui uma estação de monitoramento para as câmeras da região. Atualmente, são cerca de 1.500 câmeras ligadas ao Centro de Controle Operacional de Santos (CCO) em toda a Cidade. Na entrada da Cidade (viaduto, ponte, avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima), das 65 câmeras projetadas, 42 já foram instaladas, representando 65% do total. E deste montante, 12 são de OCR (leitura de placas de veículos).

As câmeras são de alta resolução e infravermelho para visualização noturna, com alcance de 1 a 3km, com giro de 360º horizontal. “Até março do próximo ano, teremos todas as entradas e saídas de Santos com o sistema OCR implantado. Essa tecnologia permite que um carro roubado ou furtado, em menos de um segundo, seja identificado e a viatura possa tomar as providências”, afirmou Del Bel.

O comandante do 6º BPMI, tenente coronel César Augusto Sampaio Terra, falou sobre a importância da nova base. “A PM se faz presente na entrada da Cidade aumentando a ostensividade da corporação em Santos, principalmente próximo à comunidade. Esse ponto nos dá maior percepção e essa parceria é muito importante e um grande presente para a população”, destacou.

TRÂNSITO

A CET-Santos também tem base de apoio no local para que as operações na entrada da Cidade, Zona Noroeste e região central sejam agilizadas. Cones, cavaletes, faixas zebradas e diversos materiais ficam reservados para tornar mais rápido o apoio quando houver acidentes, interferências no viário ou necessidade de bloqueios momentâneos. E um guincho também fica disponível visando à retirada de veículos que possam obstruir o trânsito ou causar prejuízos à fluidez na região.

TURISMO

Os turistas e também munícipes podem usufruir do PIT que presta informações e orientações sobre pontos e equipamentos turísticos de diversos locais da Cidade. Material de divulgação como folheteria será oferecido aos visitantes para facilitar a ida aos locais, além de tornar a visita mais agradável.

 

Referência histórica a antigo posto de gasolina

As principais características da edificação, que remetem ao antigo Posto Marilu, são os blocos interligados pela grande marquise que forma o desenho estrutural peculiar arredondado, fazendo menção à construção da época. Essa grande marquise que interliga os dois blocos mede 391 metros quadrados. “A marquise chamava a atenção de todos”, destacou a arquiteta da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações (Siedi), Maria Valéria Affonso, autora do projeto do Posto de Segurança e Orientação da Entrada da Cidade.

Cada bloco mede 74 metros quadrados de área, totalizando 148 metros quadrados de área interna. “A base será um local para todos que chegarem à Cidade precisando de alguma orientação ou tipo de ajuda”, afirmou. “Unimos num único espaço o resgate da história da identidade santista e prestação de serviços importantes”, completou.

O terreno de aproximadamente 2 mil metros abriga o posto policial que foi projetado em dois blocos térreos interligados por uma marquise, além de contemplar uma outra cobertura independente com 37 metros quadrados, apoiada em quatro pilares em formato circular. Essa estrutura fica para o lado da Martins Fontes e abrigará duas viaturas à frente.

INSTAGRAMÁVEL

Santistas e turistas que passarem pelo posto da entrada da Cidade não deixarão de notar um cantinho ‘instagramável’. A bomba de gasolina cenográfica, com características da década de 50, não passará despercebida. Está instalada em frente ao Posto de Informações Turísticas (PIT) e relembra a que era utilizada no Marilu. Essa é uma forma de recordar os velhos tempos, saber como eram abastecidos os veículos naquela época e ainda tirar uma foto para postar nas redes sociais.

Edificação atende a novas funcionalidades 

O novo Posto de Segurança e Orientação na Entrada da Cidade é totalmente térreo, em estrutura de concreto, com revestimento externo em pintura e pastilha cerâmica. O primeiro bloco, que está voltado para a Avenida Martins Fontes e abriga a Polícia Militar, tem uma parte administrativa com capacidade para quatro mesas de trabalho. O local também possui um sanitário acessível interno, uma copa para uso dos funcionários e um vestiário.

Na área externa desse bloco há três sanitários públicos, sendo um destinado a pessoas com deficiência. O segundo bloco (voltado para Rua Manoel Barbosa) abriga o Posto da Guarda Civil Municipal e o Posto de Informações Turísticas, além da área de apoio para a CET. A área destinada à GCM é similar à da PM, que também conta com salão administrativo, tendo quatro mesas de trabalho, um sanitário acessível, copa e vestiário.

Os revestimentos externos de cada bloco seguem a padronização estabelecida por cada órgão ou atividade. Desta maneira, o público identifica prontamente o serviço ou a orientação que procura. O bloco da Polícia Militar está pintado nas cores cinza, vermelho e preto e o bloco da Guarda Municipal e o Posto de Informações Turísticas estão revestidos em pastilhas na cor azul.

Dentre os detalhes, o projeto levou em consideração o conforto ambiental com a climatização dos ambientes e o tratamento da acústica com janelas e vidros adequados ao barulho, à acessibilidade e à segurança. “Cada ambiente necessita de um cuidado diferente. A Guarda Municipal e a Polícia Militar, por exemplo, precisam estar posicionadas sempre de frente para as janelas acompanhando toda a movimentação”, explicou Valéria. “O PIT precisava de um balcão para atender as pessoas que estejam sentadas ou em pé, atendendo às normas de acessibilidade”, explicou.

A circulação de pedestres embaixo de toda a marquise do edifício é projetada em cimento queimado. E o estacionamento está totalmente sinalizado para a utilização de vagas de veículos da PM, turistas e munícipes, funcionários e guincho da CET.

 

DESAPROPRIAÇÃO

Para ampliar o sistema viário da entrada da Cidade e instalar as bases de Segurança e Orientação, a Prefeitura de Santos desapropriou o terreno de dois mil metros quadrados na esquina das Avenidas Nossa Senhora de Fátima com a Martins Fontes e a Rodovia Anchieta. A ação aconteceu em agosto de 2019. O local abrigou no passado um posto de combustíveis e passou posteriormente por anos de abandono. Depois, chegou a ser usado como oficina mecânica e pátio de caminhões. A aquisição foi custeada pela Prefeitura ao valor de R$ 5,3 milhões, incluído no financiamento do projeto junto à Caixa Econômica Federal (CEF). O custo da obra foi de R$ 1 milhão e 350 mil, sendo que a maior parte desse valor, somando R$ 900 mil, foi custeado pelo Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e Compensatórias (Trimmc) assinado pelo Grupo Mendes. O restante, que contabiliza R$ 450 mil, contou com investimento da Prefeitura de Santos que foi responsável pelos acabamentos das áreas externas e a comunicação visual do conjunto.

A obra integra o Programa Nova Entrada de Santos e teve a supervisão da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações (Siedi) e a execução de obras externas da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e o projeto de comunicação visual da Secretaria Municipal de Comunicação. O Grupo Mendes realizou a construção dos edifícios.

USO

Para que o terreno que teve instalado, por muitos anos, um posto de combustíveis pudesse abrigar um novo uso, foi necessária uma ação ambiental. O processo foi iniciado com o pedido de alteração de uso da área e avaliação de contaminação. Na vistoria, constatou-se que o terreno tinha cheiro de combustível e havia tanques antigos de gasolina, óleo diesel e etanol enterrados no local. Quando chovia, manchas de óleo ficavam visíveis no solo.

Para solucionar esse problema, a Prefeitura entrou com processo de remediação junto à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e realizou a troca do solo, remoção dos tanques e colocação de solo novo. Além disso, foram instalados postos de monitoramento para que os agentes da Prefeitura pudessem analisar o solo e a água subterrânea. Após a troca do solo e a execução dessas análises, foi constatado que não havia mais a incidência de contaminação. Ainda assim, a Prefeitura, a pedido da Cetesb, continuará avaliando essa área durante mais dois anos, para verificar se não aparece nenhum resquício de contaminação.

 

Desafio do projeto traz orgulho e satisfação aos profissionais

Poderia ser apenas uma base de segurança para cumprir as funções administrativas e operacionais. O local é a entrada de Santos. Mais especificamente o terreno que abrigava o antigo Auto Posto Marilu. Por si só, região simbólica, estratégica e cheia de histórias. São muitos os caminhos que se cruzam ali. Então, não era um simples projeto. O gestor do Programa Nova Entrada de Santos, arquiteto Wagner Ramos não passou ileso por esse caminho. E, quando começou a discutir o conceito do projeto com a arquiteta Maria Valéria Affonso, logo relembrou suas memórias afetivas envolvendo seu pai. “Lembro que meu pai ia a São Paulo com meu tio e eu e, na volta, o Posto Marilu era o primeiro posto de combustível que existia para abastecer, e ele parava aqui”, conta o arquiteto Ramos.

A arquiteta Maria Valéria Affonso topou o desafio de elaborar o projeto atendendo a todas as novas funcionalidades, resgatando a história e fazendo referência à arquitetura do edifício da época. “A ideia foi manter a relação já estabelecida pela população santista com o local e agora, com o novo edifício, relembrar o Posto Marilu, os encontros que haviam naquele local mantendo essa relação saudável com essa região”, destaca Valéria. Os arquitetos Ramos e Valéria falam com entusiasmo e emoção sobre a conclusão do projeto do Posto. “Para mim, é incrível ter feito esse projeto. A remodelação da entrada da Cidade foi um trabalho corajoso da Prefeitura que marcará época e, participar disso, é uma satisfação muito grande e motivo de orgulho. É estar, participar e testemunhar a história”, afirmou Valéria.

“Não tenho dúvidas que os santistas vão desfrutar desse local que será um apoio para suas chegadas de viagens. Aqui, vão poder contemplar o monumento em homenagem ao Pelé, o viaduto em curva, terão informações sobre a Cidade e tudo isso com conforto e segurança. O Programa Nova Entrada de Santos fica cada vez mais completo e, sem dúvidas, tenho muito orgulho disso. Vamos continuar trabalhando”, destacou o arquiteto Ramos.

Fotos: Isabela Carrari, Doug Fernandes e Reprodução

Galeria de Imagens

fachada da base #paratodosverem
carros parados na garagem a frente #paratodosverem
viaturas da guarda paradas na base #paratodosverem
viaturas da pm paradas na base #paratodosverem
viatura antiga da pm na frente da base #paratodosverem
fachada do posto #paratodosverem
foto antiga do posto marilu #paratodosverem

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.