Conteúdo

Novo aparelho no Complexo da Zona Noroeste de Santos realiza ultrassonografias em gestantes e pacientes vasculares

16 de junho de 2019
15h 23

“Maravilhoso poder ver que o bebê está bem”. A emoção era nítida nas palavras e no rosto da gestante Ana Caroline dos Santos Zampieri, 20 anos. A moradora do Rádio Clube, que tem gestação de risco e é acompanhada pela policlínica do bairro e Instituto da Mulher, realizou o exame de ultrassom doppler nesta sexta (14) no Hospital e Maternidade Silvério Fontes, no Complexo Hospitalar da Zona Noroeste de Santos.

Desde o início deste mês, o exame especializado passou a ser feito no próprio hospital após a aquisição de moderno aparelho pela Secretaria Municipal de Saúde com recursos de emenda parlamentar – antes era feito em clínicas e hospitais prestadores do SUS. Inicialmente, serão realizados no complexo cerca de 340 exames por mês, evitando assim que as gestantes e outros pacientes precisem ser transferidos de ambulância somente para a sua realização.

O aparelho é portátil e permite fazer exames do tipo doppler, ecografia transfontanela (diagnóstico de lesões cerebrais em recém-nascidos) e ultrassom dos rins, vias urinárias, abdômen, obstétricos e transvaginais, em qualquer área do hospital, beneficiando os bebês, pacientes de ginecologia/obstetrícia, vasculares, entre outros, internados ou encaminhados por outros serviços.

“O ultrassom doppler avalia o fluxo sanguíneo dentro dos vasos. Exame na área de vascular precisar ser deste tipo. Na gestante, consegue avaliar a vitalidade fetal, se o fluxo de sangue está passando pela placenta e chegando adequadamente ao bebê”, explica a médica ultrassonografista Aline Tosetto. O aparelho já está acoplado em impressora e os pacientes saem com as imagens e o laudo logo após o exame.

Investimentos em aparelhos e projeto de reforma

“Com a transferência do Pronto Socorro para a nova UPA, estamos fortalecendo o Complexo da Zona Noroeste para a retaguarda dos pacientes. A chegada dos novos aparelhos ajuda no acompanhamento diagnóstico e clínico dos pacientes”, destacou o secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz, explicando que a Prefeitura está elaborando um projeto básico para a reforma da unidade, visando a ampliação dos atuais 69 leitos para 106 leitos.

O secretário esteve em vistoria nesta sexta (14) no complexo hospitalar acompanhado dos vereadores Adilson Jr., Audrey Kleys, Antonio Carlos Banha, Fabrício Cardoso e Manoel Constantino. O objetivo foi conferir o funcionamento do ultrassom e de outros novos aparelhos adquiridos com recursos próprios e destinados por emendas parlamentares. Também contribuíram os vereadores Fabiano da Farmácia e Zequinha Teixeira.

A compra do ultrassom teve investimento de R$ 89 mil. Já na aquisição de duas novas incubadoras para a UTI neonatal, foram investidos R$ 68.200,00 e, em dois carrinhos de anestesia, R$ 220 mil. Está em processo de compra um total de 22 aparelhos de laser terapêutico para ampliar o atendimento especializado no próprio complexo e em outras unidades, orçados em R$ 155 mil incluindo o treinamento das equipes.

Fotos: divulgação

Galeria de Imagens