Conteúdo

Nova via é liberada na Ponta da Praia, em Santos, e obras estruturais são iniciadas

11 de setembro de 2019
17h 27
Fluxo de veículos em trecho de via. Há árvores e postes. A pista foi recém-asfaltada. #Pracegover

Em função do novo viário da Ponta da Praia, foi liberada na manhã desta quarta-feira (11) uma nova via para os motoristas que saem da balsa Santos-Guarujá e para aqueles que querem acessar o porto a partir da Avenida Rei Alberto I. O fluxo agora exige o contorno da Praça Almirante Gago Coutinho (redimensionada) até a Avenida Governador Mário Covas, onde há opções de seguir em direção ao Centro (pelo porto) ou de retornar no sentido praia.

Para orientação do trânsito, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mantém agentes 24 horas no local, onde já atuam desde 29 de agosto, quando foram iniciados trabalhos de direcionamento viário, com entroncamento e sinalização de solo.

As mudanças fazem parte do projeto da Nova Ponta da Praia e visam melhorar o fluxo de veículos no bairro, especialmente na região das balsas.

Os últimos trabalhos para a alteração no trânsito foram acompanhados pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que falou sobre as razões da mudança em meio ao processo de remodelação da praça. “Esse desvio é muito importante para garantir a execução das obras com segurança. Fizemos uma nova via toda sinalizada, construída dentro do terreno do Terminal Pesqueiro, e que será incorporada ao viário do bairro”.

 

EDIFICAÇÕES

Também nesta quarta-feira (10) tiveram início as duas obras estruturais da Nova Ponta da Praia. Na Praça Gago Coutinho começou a ser erguido o Centro de Atividades Turísticas (CAT), equipamento público com 30 mil metros quadrados, que inclui área para feiras e apresentações, além de heliponto e cerca de 400 vagas cobertas de estacionamento. O prazo para conclusão é junho de 2020.

Já no terreno da Avenida Mário Covas, entre as ruas Vereador Henrique Soler e Dona Amélia Leuchtemberg, começou a cravação de estacas para a construção do novo mercado de peixes, que será climatizado e contará com 20 boxes para comercialização de pescados. Com previsão de finalização em março do próximo ano, o edifício terá câmara fria nos boxes e espaço refrigerado para triagem, gelo e lixo.

Durante vistoria dos serviços, o prefeito ressaltou o impacto positivo das construções. “A obra fica na Ponta da Praia mas beneficia toda a Cidade, pois tem gente de todas as regiões vindo trabalhar aqui, incluindo morros e Zona Noroeste. São mais de 500 empregos gerados”.

Ele também mencionou a importância da ocupação da área cedida pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) por novos equipamentos municipais. “Era um terreno abandonado, em um espaço nobre de Santos. Agora, estamos dando uma nova vida ao lugar, impulsionando o turismo e o desenvolvimento da Baixada Santista”.

 

Arte: Rodrigo Vieira

Galeria de Imagens

Caminhão com guindaste e cravação de estacas em terreno. #Pracegover
Começa a cravação de estacas em terreno do futuro Mercado de Peixes - Foto: Isabela Carrari