Conteúdo

Nova plataforma on-line da educação de Santos tem conteúdos para famílias, alunos e professores

25 de março de 2020
15h 37

Santos lançou nesta quarta-feira (25) a plataforma Educa.Santos, dentro da página da Educação, no Santos Portal. A ferramenta disponibiliza atividades educativas desenvolvidas, selecionadas e organizadas por profissionais da rede municipal para contribuir com a rotina diária de crianças, adolescentes, famílias e professores, enquanto as aulas estão suspensas, seguindo medidas de controle ao novo coronavírus.

Ao entrar na página da Educação, no lado esquerdo da tela, já é possível visualizar o link da plataforma, que está dividida em três grandes grupos. O ‘Espaço Para Todos’ atinge o público de todas as idades com sugestões educativas e links selecionados, divididos em quatro categorias: leitura, jogos e dicas de convivência.

O ‘Espaço do Professor’, que também está no ar, utiliza as Salas Virtuais (Currículo Virtual Santista) já existentes, oferecendo conteúdo formativo para 100% dos professores da rede, da educação infantil ao 9º ano. Haverá fóruns abertos para discussão das práticas propostas. Seguem em andamento os cursos oferecidos pelo Núcleo de Educação a Distância (NuED).

Na segunda quinzena de abril, será lançado o Currículo Santista – Edição Especial Covid-19, a fim de orientar o trabalho pedagógico do segundo e do terceiro trimestres de 2020 no ensino fundamental.

ALUNOS

A partir do dia 30 de março, ficará disponível o ‘Espaço do Aluno’, com atividades e materiais de estudo com acesso restrito para matriculados na rede municipal. Ainda terá sugestões de rotina para orientação.

Segundo a chefe do Departamento Pedagógico, da Secretaria de Educação (Seduc), Maria Helena Marques, a casa também é um território de possibilidades e aprendizagens e o recurso tecnológico é um meio de aproximação e comunicação entre as famílias e a escola, principalmente no momento em que estamos vivendo. “Nossa preocupação é o cuidado com a vida, maior compromisso da educação. Sabemos que o virtual não substitui o presencial, por isso propusemos ações que complementam o fazer educativo realizado em nossas unidades”.

Ela ainda afirmou que, neste momento, a rotina de estudos não será computada como reposição de aulas, mas sim como uma compensação de conteúdos, uma vez que não se pode garantir que todos os alunos terão acesso à internet. As medidas adotadas pela Seduc serão avaliadas permanentemente e as informações serão divulgadas pelos órgãos oficiais.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.