Seu navegador não possui suporte para JavaScript o que impede a página de funcionar de forma correta.
Mensagem do Periodo Eleitoral

Atenção

Em cumprimento ao Artigo 73 da Lei Eleitoral nº 9.504/97, as redes sociais e o portal da Prefeitura, a partir de 6 de julho até o final do processo eleitoral de 2024, publicarão apenas conteúdo de utilidade pública.

Conteúdo
Notícias

Nova lei vai ampliar trabalho social e eventos do Clube do Choro de Santos

Publicado: 8 de junho de 2024
10h 38

Santos ganhou na noite de sexta (7) uma lei municipal que permite a criação de um novo termo de fomento entre Prefeitura e o Clube do Choro de Santos, visando ampliação das ações da entidade social e cultural.

Com a nova parceria, o Clube do Choro, que já promove um trabalho social junto a crianças de baixa renda com aulas de formação musical, vai ampliar seus atendimentos para adultos e idosos, com aulas gratuitas de instrumentos de sopro, violão, cavaquinho e percussão.

O novo acordo vai garantir também a realização de eventos, como as comemorações do Dia Municipal do Choro (23 de abril) e o Dia Estadual do Choro (28 de junho), entre outras ações.

A assinatura do documento ocorreu na Sala Princesa Isabel, no Paço Municipal, na presença de representantes da Administração Municipal e da Câmara Municipal, além de convidados. “Podemos considerar o choro como a música clássica brasileira, e o Clube do Choro é a autêntica representação da Cultura de Santos”, afirmou o prefeito Rogério Santos, que aproveitou a oportunidade para convidar a famosa roda de músicos promovida pela entidade a participar da inauguração do Parque Valongo, no próximo dia 28.

“Estamos muito felizes em poder ter a oportunidade de ampliar nossas atividades e de atingir novos públicos. Não podemos esquecer que a cultura do choro tem mais de 150 anos e é 100% brasileira. Podem ter certeza que muita coisa boa estar por vir”, comentou o presidente do Clube do Choro, Joacir Alves de Oliveira.

O Clube do Choro

O Clube do Choro de Santos é uma das instituições mais respeitadas na promoção e preservação da música popular brasileira, especialmente o choro, um dos gêneros mais antigos e ricos da nossa cultura. Desde sua fundação, em 23 de abril de 2002, data em que se comemora o Dia Nacional do Choro, em homenagem a Pixinguinha, o clube tem desempenhado um grande papel na cena musical da Cidade, proporcionando um espaço para músicos e apreciadores se encontrarem e celebrarem essa tradição musical.

O Clube, localizado na Rua XV de Novembro, 68 (Centro), organiza grande variedade de eventos e atividades ao longo do ano, incluindo encontros onde músicos se reúnem para tocar clássicos do choro, mantendo viva a tradição da improvisação e do virtuosismo característicos do gênero musical. Também promove oficinas, workshops e concertos didáticos com músicos experientes, que ensinam técnicas específicas do choro, bem como a história e a evolução do gênero. Muitas dessas atividades contam com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura (Secult).

 

Esta iniciativa contempla o item 4 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: Educação de Qualidade. Conheça os outros artigos dos ODS