Conteúdo

Nova escola no São Jorge começa a funcionar no segundo semestre

23 de maio de 2018
16h 52
Fachada da escola #pracegover

A nova escola de Educação Infantil construída no bairro São Jorge, na confluência da Avenida Nossa Senhora de Fátima com Rua Gastão Bousqué, na Zona Noroeste, começará a funcionar no segundo semestre e atenderá 172 crianças de zero a quatro anos, que estão em listas de espera de escolas localizadas nos arredores. Com isso, o déficit de vagas estará zerado na Cidade.

A UME Vila São Jorge tem 1.200m² de área construída e está dividida em três setores: cozinha e refeitório envidraçado, situado na parte frontal do projeto, dando visibilidade de toda escola para as crianças no momento das refeições e permitindo entrada de mais luz natural; além do setor administrativo e conjuntos de salas de aula. O imóvel é composto de andar térreo e mais dois pavimentos com total acessibilidade.

O prefeito Paulo Alexandre Barbosa destacou o conceito moderno do projeto, após a vistoria nesta quarta-feira (23), na companhia do secretário de Educação Carlos Mota e do arquiteto e chefe de Departamento de Obras Públicas, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações, Ronald Couto.

“As salas de aula têm climatizadores, o prédio possui acessibilidade plena com as rampas e mobília para interação das crianças, garantindo integração dos alunos, melhores condições de trabalho para educadores e, consequentemente, melhora do processo de ensino e aprendizagem”.

Atualmente, os metais e louças estão instalados e a colocação da mobília que foi escolhida para facilitar a integração das crianças, como as mesas sextavadas, será a última etapa dos trabalhos, antes da inauguração da unidade de ensino.

Detalhes

No térreo fica uma copa, uma sala multiuso e brinquedoteca, e três salas, sendo duas delas destinadas aos berçários, com banheiros privativos para atender somente os bebês e mais um conjunto acessível de uso comum. No primeiro pavimento, são três salas de aula mais uma área para laboratório, e no segundo, mais quatro salas de aula. No centro da unidade, o piso emborrachado indica o local do playground com o parque sonoro.

Em cada andar do prédio também há um conjunto de sanitários masculino e feminino e outro acessível. O prédio possui ainda outros sanitários e lavabo para equipe técnica, almoxarifado e despensa. De acordo com a Secretaria de Educação, o berçário I atenderá 42 bebês, de 4 meses a 1 ano; o berçário II, crianças de 1 a 2 anos; o maternal I, poderá atender até 44 crianças de 2 a 3 anos; o maternal II, mais 44 de 3 a 4 anos de idade.

“O espaço estará plenamente equipado para atender as crianças do bairro, com estrutura moderna, brinquedos específicos para as idades dos bebês e amplamente segura com câmeras por toda a unidade. Isso contribui para a equipe desenvolver seu plano de trabalho com as crianças", diz o secretário Motta.

Histórico da obra

A unidade começou a ser construída pela Prefeitura em 2015 e foi assumida em 2017 pela empresa Ultracargo, por meio de um Termo de Responsabilidade de Implementação de Medidas Mitigatórias e Compensatórias. Cabe à empresa mobiliar também a unidade. “Essa boa parceria da Prefeitura com a iniciativa privada viabilizou essa obra e amplia a capacidade de investimento da Cidade”, explicou o chefe do Executivo.

 

Fotos: Isabela Carrari 

Galeria de Imagens

corredores da escola #pracegover
Mesas em uma das salas da escola #pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.