Conteúdo

Nomes de formandos do Estação Bistrô serão encaminhados a hotéis e sindicato

19 de março de 2019
13h 35
Formando posam para foto com seus canudos em palco. #Pracegover

Os hotéis da Cidade e o sindicato do setor (SinHoRes) receberão, nos próximos dias, a relação dos 18 diplomados da 11ª turma do Estação Bistrô Restaurante-escola e seus respectivos contatos, apresentando suas qualificações com vistas a futura contratação.

O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (18) durante a formatura dos jovens, no auditório do Museu Pelé. Na oportunidade, também receberam certificado dois jovens da 6ª turma do curso de Agentes de Turismo e Barista. “Nossa intenção é transformar os hotéis em parceiros do programa de qualificação dos jovens, que depois de sete meses de atividades teóricas e práticas estão capacitados a trabalhar no ramo de alimentos e bebidas”, disse o secretário de Turismo Odair Gonzalez. Ele também oficiará o sindicato, solicitando que os diplomados tenham prioridade em uma avaliação de emprego.

Dirigindo-se aos colegas, Larisse Evany da Silva, oradora da turma, foi enfática ao resumir a importância do programa de capacitação profissional. “Vocês não têm noção de como este projeto muda a vida das pessoas e do bem que ele faz”, afirmou, reconhecendo sua supresa com o aprendizado. “Não imaginávamos que iríamos aprender tanto. Do primeiro ao último dia, a gente aprende mesmo”.

Ainda reportando-se aos jovens da 12ª turma, já em atividades no restaurante-escola, frisou: “Aproveitem cada segundo e façam do curso o seu melhor aprendizado. Não desistam, apesar das dificuldades. No final, vocês verão que valeu a pena”.

 

CERCA DE 200 QUALIFICADOS

 

Representando a Secretaria de Desenvolvimento  Social, Magali Leite de Freitas, falou da satisfação da secretaria em ver mais uma turma se formar – desde a criação do projeto, o restaurante-escola já qualificou cerca de 200 jovens entre 18 e 29 anos, em situação de vulnerabilidade social. A pasta é  responsável pelo cadastramento dos jovens nos Centros de Referência de Assistência Social e a Seduc (Secretaria de Educação) promove aulas de inglês.

Já o reitor da Universidade Católica, Marcos Medina Leite, destacou que a coragem de seguir adiante superou o medo dos primeiros dias do curso. “O caminho que virá pela frente não será fácil, mas vocês verão que valerá a pena.” Ele quis conhecer a família dos alunos, as quais cumprimentou, ressaltando a importância dessa apoio. A universidade garante as aulas, ministradas pelos professores do Curso de Gastronomia e Nutrição. A mesa contou ainda com a presença dos chefs Rodrigo Anunciato e Gustavo Matos Piazenti, coordenador do Estação Bistrô, e Christian Jauch, da Câmara. 

 

FUTURO

Hiago da Costa Cezarino, 18 anos, já está atuando como garçom na Cervejaria Artesanal Tekoá, aberta recentemente na Aparecida. Morador do Morro da Nova Cintra, ele trabalha desde os 13 anos, primeiramente com mudanças, depois em lanchonete e mercados. Após passar pelos vários setores do restaurante-escola, diz ter se encontrado no atendimento do salão.

Ciente da oportunidade, ele vem se dedicando. Tanto que, com apenas dois meses de casa, já está aprendendo a tirar chopp. “Quero fazer o curso de cervejeiro”, adianta, resumindo sua experiência no Estação Bistrô: “Maravilhosa”.

Jéssica Lourenço dos Santos, 27, já pensa na Faculdade de  Gastronomia. Residente em Caruara, na Área Continental, ela acordava todos os dias às 5h30 para não chegar atrasada ao Estação Bistrô e há cerca de um mês foi contratada como cozinheira em um restaurante de Bertioga. Thainá Santos Pires, 24, já é auxiliar de cozinha na filial Conselheiro Nébias da rede Pão de Açúcar. “O restaurante-escola abriu as portas para a gente”, reconhece.

 

Foto: Raimundo Rosa

 

 

Conteudo do Portal de Turismo

Para ver todas as novidades sobre "Estação Bistrô" visite o Portal Turismo

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.