Conteúdo

Música, bolo e algodão doce marcam os 38 anos do Mercado de Peixes

17 de janeiro de 2020
17h 31
funcionárias seguram balões formando número 38 ao lado de peixes à venda #pracegover

Um enorme bolo de frutas, pipoca, algodão doce e muita música reuniram permissionários e a população para celebrar o aniversário de 38 anos do Mercado de Peixes, na Ponta da Praia, nesta sexta-feira (17). A estrutura atual, hoje localizada Praça Almirante Gago Coutinho, está prestes a ser transferida para um espaço maior, mais confortável e a poucos metros dali, na Avenida Mário Covas, dentro do projeto Nova Ponta da Praia.

Atualmente com 15 boxes, o Mercado de Peixes José Augusto Alves foi inaugurado em 1982 e recebeu a denominação em homenagem ao ex-presidente da Cooperativa Mista de Pesca Nipo-Brasileira, então um dos maiores comerciantes de pescados da região. A obra foi inaugurada pelo ex-prefeito Paulo Gomes Barbosa.

Referência na venda de peixe fresco, que atrai santistas, moradores da Baixada Santista, do Brasil e até de outros países, o equipamento funciona diariamente. Peixes em postas, iscas ou filés, moluscos, crustáceos e frutos do mar - uma infinidade de itens atrai os amantes de pescado ao local, onde também são feitas degustações de camarão, ceviche e isca de pescada oferecidas por chefs da região.

“O santista e pessoas de fora têm o hábito de vir aqui. Fazemos muita entrega em São Paulo e vendemos os produtos preparados para o transporte. Estrangeiros como chineses, japoneses, frequentam o mercado”, explicou Claudio Alves Cruz, que trabalha na administração do equipamento e participou da comemoração de aniversário.

A festa contou com som da dupla Renan do Valle & Tuzza Max e tenda com profissionais da rede Farmaconde para aferir pressão e medição de glicemia.

De pai para filho

Muitos dos permissionários transformaram a atividade em um negócio familiar. É o caso de Emanuel Andrade, que há anos vive a rotina da venda de pescados e levou o filho para trabalhar junto com ele. “Isso aqui representa muito para mim. Respiro esse lugar, trabalho das 6h às 18h”.

Aos 64 anos, Arnor Miguel Batista chegou ao mercado logo após a inauguração e foi à frente de um dos boxes que sustentou a família. Vindo da Paraíba, vendeu água, cachorro quente e foi trabalhar em uma lanchonete. Até que assumiu um dos pontos de venda de pescado. “As pessoas não perdem o hábito de vir. O Mercado de Peixes é uma tradição na Cidade”, observou.

O mais novo permissionário do local é Reginaldo Alexandre Silva, de 46 anos, que há oito meses assumiu o box onde chegou a trabalhar quando era adolescente. “É uma experiência bacana, porque já trabalhei com isso nos meus 15, 16 anos. Vale muito a pena, sem contar que temos contato direto com as pessoas. Hoje é um dia para comemorar”.

E quem consome também confirma: comprar peixes no mercado é algo tradicional. “Somos do Paraná, mas frequentamos o local há 40 anos. Sabemos que encontramos produto fresco aqui e recomendamos”, disse a portuguesa Maria Antonia Rebelo, acompanhada da filha Paula. A família costuma se hospedar em Guarujá e ir ao Mercado de Peixes virou rota obrigatória em todas as ocasiões.

O Mercado funciona de segunda a sábado, das 7h às 18h, e aos domingos das 7h às 15h.

Novo edifício

O novo edifício do Mercado de Peixes está sendo construído na Avenida Mário Covas, entre as ruas Vereador Henrique Soler e Dona Amélia Leuchtemberg. Ele ocupará uma área de 1,7 mil metros quadrados para abrigar 20 boxes de venda de pescado (cinco a mais que o atual) e dois para comercialização de produtos como temperos e artigos de pesca.

Haverá bar no mezanino, estacionamento com 40 vagas e acesso de serviço independente. A obra integra o projeto Nova Ponta da Praia e está sendo totalmente custeada pela iniciativa privada por contrapartida prevista em lei.

Fotos: Isabela Carrari

Galeria de Imagens

menina pega algodão doce #pracegover
mulher tem as mãos feitas por manicure #pracegover
balão em forma de polvo está sobre peixes à venda #pracegover
funcionários em volta de bolo #pracegover
funcionários na frente do mercado #pracegover