Conteúdo
Notícias

Museu santista comemora o Dia do Café com dicas e aula de gastronomia

Publicado: 21 de maio de 2021
10h 40

Festejado na próxima segunda-feira (24), o Dia Nacional do Café será comemorado, já a partir deste fim de semana, com atividades gratuitas, on-line e presenciais, preparadas pelo Museu do Café (Rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico). A data foi instituída pela Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic) em 2005.

Neste sábado (22), às 14h, o barista Hallyson Ramos, do museu, falará sobre grãos gourmet cultivados na região da Alta Mogiana, no Estado de São Paulo, e no Sul de Minas Gerais. Na sequência, ele apresentará dicas relacionadas ao preparo do cafezinho e abordará curiosidades envolvendo o cultivo, a colheita e a comercialização. A atividade será realizada no próprio museu e poderá ser acompanhada também no Instagram do equipamento.

GASTRONOMIA

A programação, que ressalta a cultura da bebida mais consumida no mundo depois da água, será encerrada segunda-feira, às 19h, com uma aula de culinária a cargo do chef Salvatore Loi, transmitida pelo Instagram e pelo Youtube do Museu do Café. Com 32 anos de carreira, diversos prêmios de publicações importantes e eleito ‘restaurateur do ano’, em 2016, pela revista Gosto, o chef ensinará o público de casa a fazer um filé de porco ao café.

O prato inclui abóbora marinada e creme de queijo e mel silvestre, acompanhamentos que também terão o café preparado como ingrediente. Salvatore Loi atuou em restaurantes como o Villa D’Este, no Lago de Como (Itália), e no do Hotel Pitrizza, em Porto Cervo (Sardenha, Itália). No total, já inaugurou 15 casas no Brasil, entre elas espaços do Grupo Fasano.

FUNCIONAMENTO

O Museu do Café, parceiro da Seectur (Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo) em vários projetos, inclusive do Bonde Café, está aberto, nesta fase de transição do Plano São Paulo de combate ao coronavírus, de quarta a domingo, das 11h às 17h.

O ingresso custa R$ 10,00, com meia entrada para maiores de 60 anos, aposentados, estudantes, crianças e jovens entre 8 e 16 anos, professores da rede particular de ensino e jovens de baixa renda entre 15 e 29 anos. Aos sábados, a entrada é grátis.