Conteúdo

Museu promove visita à Sala do Rei para comemorar o milésimo gol de Pelé

17 de novembro de 2018
12h 00

A Sala do Rei, que funciona como escritório e onde o Atleta do século 20 recebe convidados no Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1, Valongo – Centro Histórico), será aberta à visitação na segunda (19), em comemoração ao dia em que, em 1969, o eterno camisa 10 marcou seu milésimo gol.

As visitas, com monitoria de guia de turismo, serão realizadas às 13h e às 15h, para grupos de, no máximo, 30 pessoas, após completado o roteiro na ala expositiva do museu. Inaugurada em 14 de agosto, a Sala do Rei ocupa espaço do segundo pavimento da ala interativa.

Decorada em tons neutros, que destacam o branco e o preto do Santos Futebol Clube, o ambiente apresenta alguns itens mais recentes do acervo de Pelé, a exemplo de quadros e fotos de seu acervo pessoal.

GOL Nº 1.000

Dos 1.282 gols marcados por Pelé em sua carreira, nenhum foi tão esperado quanto o milésimo. Ele aconteceu em 19 de novembro de 1969, diante de mais de 65 mil espectadores, quando Santos e Vasco se enfrentaram pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, no Maracanã (RJ).

Apesar da empolgação, quem saiu à frente no placar foi o Vasco, com um gol de Benetti. O Santos reagiu e logo empatou com um gol de Renê. Os gritos de “Pelé”, “Pelé”, “Pelé" ecoavam pelo estádio, quando o Rei recebeu lançamento de Clodoaldo e foi derrubado pelo zagueiro cruzmaltino Fernando. Pênalti para o Santos.

O Maracanã calou-se e a atenção ficou voltada apenas para o Rei. A combinação perfeita estava preparada: Pelé, a camisa 10, e a bola. E lá veio o tão esperado gol do Santos. A partida foi paralisada e o Rei, cercado por fotógrafos, jornalistas e torcedores.

Pelé vestiu uma camisa com o número 1.000 e, emocionado, deu a volta olímpica em um Maracanã que o aplaudia de pé, apesar da derrota dos vascaínos por 2 a 1. Edson Arantes do Nascimento, o maior jogador da história do futebol, acabara de lavrar mais um fato que ficou marcado para sempre na história do futebol mundial.

Foto: Francisco Arrais 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.