Conteúdo

Melhorias estruturais em escola infantil de Santos começam em maio

2 de abril de 2019
16h 59
Crianças acompanhadas de educadoras estão sentadas sobre tapetes emborrachados em sala de aula. Nas estantes ao fundo há brinquedos. #Pracegover

A escola municipal Lydia Federici (Rua Mato Grosso, 83, Boqueirão), voltada ao atendimento de crianças de zero a três anos, passará por modernização e reforma a partir de maio. O investimento da Prefeitura será em torno de R$ 180 mil para diversos serviços. Já a climatização da escola ficará a cargo do terminal portuário ADM, que estabeleceu termo de compensação com a Administração Municipal (Trimmc).

O aval para todas as necessidades apontadas pela diretora da unidade, Andrea Cristine Brovini, foi dado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa ao final da vistoria na unidade, na manhã desta terça-feira (2). Acompanhado de técnicos das secretarias de Serviços Públicos e de Educação, e de nutrição, o chefe do Executivo visitou todas as áreas, ouviu funcionários, conversou com as cozinheiras, mães de alunos e garantiu as melhorias pedidas.

Entre elas citou: “Faremos a impermeabilização da laje e instalaremos forro de PVC e isolante térmico para refrescar a área do refeitório”. Na lista de serviços estão ainda limpeza de calha, aplicação de piso emborrachado em dois pátios para as crianças brincarem sem o risco de se machucar, e de concreto desempenado em outra área para criação de uma pista de velotrol.

E mais: instalação de cobertura parcial em policarbonato em um dos pátios para ampliar a área de lazer em dias de chuva ou sol forte, e na área de apoio utilizada por funcionárias e revestimento de azulejo em áreas próximas às pias de duas salas de aula. Na área da cozinha será aberta uma janela para melhorar a ventilação, rampa de acessibilidade e melhoria no balcão, além de pintura geral interna e dos muros que já está em execução pela equipe da Subprefeitura da Zona da Orla e Intermediária.

Os trabalhos serão realizados durante cerca de 4 meses para não prejudicar o funcionamento da unidade ou a segurança dos alunos.    

A mãe de aluna Fernanda Detter se resume com o “coração feliz”. Segundo ela, a escola foi muito bem recomendada por amigos, mas precisa desse atendimento na estrutura física. “Este lugar é maravilhoso, com um trabalho pedagógico excelente e muito humano. E  o fato de minha filha poder brincar ao ar livre com o piso estruturado me deixará mais tranquila”.

Fotos: Susan Hortas

Galeria de Imagens

Funcionário pintura fachada da unidade. Sobre o muro há uma placa onde se lê o nome da escola
Pintura da fachada já foi iniciada