Conteúdo

Mais de 700 pessoas e 1,3 mil veículos abordados em uma semana de lockdown em Santos

Publicado: 31 de março de 2021
13h 10

A primeira semana de lockdown foi marcada por um intenso trabalho de orientação e fiscalização para garantir as medidas restritivas no combate à pandemia de covid-19 em Santos.

Desde a última terça-feira (23), 779 pessoas foram abordadas e orientadas pela Guarda Civil Municipal (GCM), sendo 570 por estarem circulando nos jardins ou na orla da praia e outras 209 com relação ao uso correto das máscaras.

A equipe de fiscalização da GCM também aplicou 65 multas, no valor de R$ 300, por descumprimento do uso de máscara, ou seja, as pessoas se recusaram a usar o equipamento. Outras 35 foram autuadas, também no valor de R$ 300, por circulação indevida na orla ou em horário não autorizado.

COMÉRCIO

Já em relação ao comércio, o trabalho de fiscalização foi realizado pela Secretaria de Finanças, com o apoio da GCM. Nesta primeira semana, 19 estabelecimentos comerciais foram intimados a se adequar às medidas restritivas. Além disso, dez foram multados por desrespeitar as restrições e outros dois por irregularidades, sendo um por estar sem alvará e o outro por estar sem o documento exposto.

O secretário municipal de Segurança Pública, Sérgio Del Bel, afirmou que o saldo é positivo após a primeira semana de fiscalização no lockdown. "São poucos os casos de comércio funcionando de forma irregular. Recebemos denúncias e muitas não procedem", explicou. "Já conseguimos aumentar o índice de isolamento na nossa cidade. Em relação à fiscalização, estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance. Mas o principal é que as pessoas tenham consciência do que não devem fazer frente à atual situação de pandemia".

Quem descumprir as regras do período de lockdown fica sujeito a multas que variam de R$ 300 a R$ 10 mil. O Artigo 268 do Código Penal estabelece como crime o ato de infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Este crime é passível de multa (estabelecida pela Justiça) e detenção de um mês a um ano.

DENÚNCIAS

Munícipes podem denunciar irregularidades pelos telefones 153 (GCM), 162 (Ouvidoria) e 190 (PM).

 

Barreiras sanitárias abordaram 1,3 mil veículos

Nesta primeira semana de lockdown, a barreira sanitária na entrada da Cidade, que tem o apoio da Polícia Militar e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), já abordou 1.354 veículos e impediu a entrada de 33 condutores.

Só estão autorizados a entrar em Santos os motoristas de carro de passeio que comprovarem a necessidade de trabalho ou consulta médica, além dos munícipes.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.