Conteúdo
Notícias

Mais de 60 famílias de morro de Santos recebem escrituras de suas casas

Publicado: 23 de maio de 2021
13h 35

Um sonho de mais de 20 anos de moradores do Morro Santa Maria virou realidade neste sábado (23). A Prefeitura entregou o título de legitimação de posse para 64 famílias, dentro do Projeto de Regularização Fundiária e Urbanística da ZEIS 1 - Nova Cintra II - Santa Maria.

A emoção tomou conta de moradores como Neuza Maria Lopes, que mora no morro há 26 anos. "Quando chegamos aqui, nem tinha água, tínhamos que pegar na bica. Agora está tudo urbanizado. Mas faltava o título da nossa casa. Estou muito contente porque lutamos muito por isso", diz.

Silvio Florentino dos Santos, de 66 anos, também lembra quando chegou ao morro e o local era cheio de barro e lama. "Tudo foi se transformando. Hoje gosto muito de morar aqui, onde criei meus filhos. Mas faltava esse documento. Uma vez pensei em vender minha casa e não podia. Agora ela é oficialmente minha".

Outro que faz parte do grupo de moradores mais antigos é Jacinto Souza de Oliveira, de 53 anos. "É uma luta de mais de 20 anos. No início cheguei a dormir no bananal. Foi um caminho longo para ter a casa que tenho hoje e agora a escritura dela". "Estou muito orgulhoso. Tudo que você conquista com luta você tem que dar valor", completou.

A presidente da Associação do Caminho da Santa Maria, Ana Paula Vireilha da Costa Ramos, agradeceu a Prefeitura pelo empenho: "Foi uma luta muito grande, sempre acreditei que ia dar certo. É um dia de alegria pra todos nós, que somos definitivamente donos das nossas casas".


Criado grupo para agilizar regularização fundiária

Na cerimônia de entrega de títulos, o prefeito Rogério Santos assinou o decreto nº 9334, que dispõe sobre o gerenciamento de programas e projetos de regularização fundiária no Município. Na prática, criou um grupo que irá coordenar e dar mais rapidez às ações. "Hoje a cidade alta está em festa. Estes títulos são uma conquista para os moradores que garante mais dignidade para todos. A regularização fundiária é um conjunto de ações, como instalação de redes de saneamento, de água, desapropriação e pavimentação. E é por isso que assinei esse decreto. Para agilizar todo este trabalho", afirmou o prefeito.

"Ainda tem mais 3.500 famílias que não têm esse título de propriedade em Santos e nós temos esse compromisso de trabalhar para eles terem esse dia de felicidade", acrescentou o chefe do Executivo.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano vai coordenar o grupo. "A regularização envolve um trabalho interdisciplinar. Para chegar no momento de dar o título são necessárias muitas conquistas, como obras de infraestrutura, meio-ambiente, ações sociais. Esse decreto nos dá mais força e fomenta ainda mais essa atividade", disse o secretário Glaucus Farinello.

Fotos: Anderson Bianchi

Galeria de Imagens

pessoas sentadas em círculo ouvem prefeito falar ao microfone #paratodosverem
duas mulheres se abraçam #paratodosverem
três mulheres mostram escrituras #paratodosverem
homem e mulher mostram escrituras #paratodosverem