Conteúdo

Mais de 500 funcionários seguem com trabalho de limpeza em Santos

4 de março de 2020
16h 18
operários e escavadeira atuam na limpaza #paratodosverem

Equipes da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), Prodesan e Terracom seguem, nesta quarta-feira (4), num ritmo intenso de trabalhos em vias dos morros da Cidade atingidas pelo temporal que causou deslizamentos em vários pontos. Entre 500 e 600 pessoas estão mobilizadas atendendo ocorrências em morros como São Bento, Tetéu, Santa Maria, Vila Progresso e Fontana.

O dia amanheceu sem chuva e a abertura do sol facilitou o trabalho das equipes divididas em várias frentes. Logo no início do dia, uma delas já se concentrava na Avenida Nossa Senhora do Monte Serrat, no Morro São Bento, onde funcionários da Seserp trabalhavam com motosserras e facões para remover um imenso bambuzal que interditava a via.

Pás carregadeiras foram deslocadas para aquele ponto e dão suporte removendo tudo que é cortado e retirado aos poucos pelos trabalhadores, devido à grande quantidade de lama e terra acumulada.

De acordo com a secretária de Serviços Públicos, Larissa Oliveira, equipes foram deslocadas para avaliações em regiões como a da Favela do Cuscuz, no Morro Santa Maria, e ruas do São Bento, como a Santo Antônio do Valongo, Santo Américo e São Roque. “As equipes estão em todos os pontos desobstruindo vias, executando a limpeza de galerias e drenagem, e fazendo o acionamento das concessionárias, como CPFL e Sabesp, quando necessário. Nos morros, com o deslizamento, vieram junto com a terra mais de 60 árvores. Nossas equipes foram reforçadas para desobstruir as vias em tempo recorde, auxiliando o trabalho da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros”.

No Morro Santa Maria, ainda há trabalho para remover lama e um poste de energia que invadiu parte da Rua 8. Em outro ponto da Cidade, no Caminho São Jorge, no sopé do Morro do Tetéu, junto ao conjunto habitacional da Caneleira, uma frente da Terracom faz a limpeza da via, atingida por muita lama durante o temporal.

Dados da Defesa Civil de Santos apontam que mais de 120 chamados foram registrados em vários morros da Cidade nesta terça-feira (3). Muitos destes pontos já estão com encostas protegidas com lonas plásticas e com as vias desobstruídas.

ZONA NOROESTE

No bairro Bom Retiro, a área do Ilhéu Baixo foi uma das mais afetadas pelas chuvas na Zona Noroeste. No local houve escorregamento de terra e de um bloco rochoso numa encosta da Rua Pastor Francisco Gonzaga Silva.  As equipes retiraram cerca de 20 toneladas de terra, lama e vegetações. “A Defesa Civil já vem orientando os moradores desta área que, em caso de chuva, não devem permanecer nessas casas que estão defronte a esse desmoronamento. Eles devem se abrigar em outros locais, como casa de familiares ou procurar imediatamente os serviços oferecidos pela Prefeitura”, destacou o subprefeito da Zona Noroeste, Acácio Fernandes Egas.

No bairro Caneleira foram limpas as ruas do Caminho São Jorge e Rua Brasil de Castro Rios. Os trabalhadores fizeram a raspagem da lama acumulada nas vias e depositaram nos caminhões que deram o apoio no serviço. Já no Saboó, uma das vias que receberam os serviços de limpeza foi a Rua Maria Mercedes Féa. Nesse local, as equipes se concentraram na retirada da lama e de detritos que estavam espalhados na rua. “Aqui fizemos o trabalho manual raspando a lama com a enxada e colocando no carrinho. Depois levamos direto para o caminhão, deixando a rua limpa e desobstruída”, explicou o fiscal de Raspação e Capinação da Terracom, Cleiton Marcos Rodrigues.

Fotos: Susan Hortas e Rogerio Bomfim 

Galeria de Imagens

operários atuam na limpeza #paratodosverem
escavadeira coloca material em caminhão #paratodosverem
operários retiram árvores #paratodosverem
escavadeiras atuam retirando árvores #paratodosverem
operários limpam solo cheio de barro #paratodosverem
operário coloca material em caminhão #paratodosverem