Conteúdo

Mais de 1,7 mil caminhoneiros são vacinados em drive thru de Santos

23 de abril de 2020
16h 20

SAIBA AQUI ONDE HÁ VACINAS DISPONÍVEIS

 

Mais de 1,7 mil caminhoneiros receberam a vacina contra a gripe em um drive thru montado exclusivamente para esses profissionais pela Secretaria de Saúde de Santos, na Avenida Antonio Prado, em uma área popularmente conhecida como Praça da Fome, no Valongo.
 
Os caminhoneiros fazem parte do público-alvo da segunda etapa da campanha de vacinação contra a gripe e a estratégia adotada por Santos permitiu a vacinação em massa desses trabalhadores, tanto os que residem no Município como os que estavam de passagem.
 
“Esta ação foi um sucesso, pois permitiu a eles um acesso fácil à vacinação. Como estarão protegidos contra o vírus Influenza A dos tipos H1N1 e H3N2 e influenza B, evitarão a proliferação desses tipos de gripe nas cidades em que se dirigirem”, destaca a chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Ana Paula Valeiras.
 
Antes e durante o evento, a Companhia de Engenharia de Tráfego e a Guarda Portuária apoiaram a iniciativa, ordenando a fila e evitando problemas no tráfego.
 
OUTROS PÚBLICOS
A campanha de vacinação contra a gripe segue em 31 policlínicas de Santos (veja endereços abaixo), das 7h30 às 16h. O munícipe pode consultar onde há disponibilidade de doses no Santos Portal.
 
Mais de 112,1 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe em Santos desde o início da campanha, em 23 de março. A Cidade já bateu a meta de vacinar pelos menos 90% dos idosos e dos profissionais de saúde residentes na Cidade.
 
Atualmente, está em vigor a segunda etapa, destinada também a pessoas com doenças crônicas, motoristas de transporte coletivo e portuários, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade e internos da Fundação Casa (estes já imunizados na Cidade).
 
Quem fazia parte do público-alvo da primeira etapa e não se vacinou, ainda pode se imunizar. Neste grupo estão os idosos com mais de 60 anos, profissionais de saúde e equipes de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e guardas civis municipais).

O QUE LEVAR

Para a vacinação, é preciso apresentar documento de identificação com foto (RG ou CNH, por exemplo) ou identificação profissional. Também é recomendado levar carteira de vacinação e Cartão SUS, se tiver.
 
As pessoas com comorbidades e situação clínica especial podem apresentar um dos seguintes comprovantes: prescrição médica, receita de medicamento, anotação em prontuário das unidades de saúde, cadastro em programas de controle de doenças crônicas, comprovante de vacinação para influenza em anos anteriores ou caderneta de vacinação com registro da vacina de influenza nos anos anteriores.

TERCEIRA FASE

A terceira fase da campanha será de 9 a 22 de maio, envolvendo professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, puérperas (até 45 dias pós-parto), população indígena, pessoas acima de 55 anos e pessoas com deficiência.
 
A vacina não é indicada para pessoas com febre, as quais deverão adiar a aplicação até a melhora do quadro. Também não devem tomar as pessoas com alergia a ovo, histórico de anafilaxia ou que tiveram Síndrome de Guillain-Barré no período de até 30 dias após receber a dose anterior, necessitando de avaliação médica para liberação da dose.
 
Produzida pelo Instituto Butantan, a vacina protege contra os vírus influenza A (H1N1), A (H3N2) e B e leva cerca de dez dias para que o organismo produza os anticorpos para combater esses vírus. As doses são feitas de vírus inativos, fragmentados e purificados - ou seja, de forma alguma causam a doença.

LOCAIS DE VACINAÇÃO

  • Policlínica Alemoa e Chico de Paula - R. Afonsina Proost de Souza s/nº, Alemoa
  • Policlínica Aparecida - Av. Pedro Lessa, 1.728
  • Policlínica Bom Retiro - Rua João Fraccaroli s/nº 
  • Policlínica Campo Grande - Rua Carvalho de Mendonça, 607
  • Policlínica Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 514, Encruzilhada
  • Policlínica Embaré - Praça Coronel Fernando Prestes s/nº
  • Policlínica Gonzaga - Rua Assis Correia, 17
  • Policlínica Jabaquara - Av. Rangel Pestana, 475
  • Policlínica José Menino/Pompeia - Avenida Floriano Peixoto, 201
  • Policlínica Marapé - Rua São Judas Tadeu, 115
  • Centro de Saúde Martins Fontes - Rua Luiza Macuco, 40, Vila Mathias
  • Policlínica Morro Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº
  • Policlínica Ponta da Praia - Praça 1º de Maio s/nº
  • Unidade de Cuidado do Porto - Rua General Câmara, 507, Paquetá
  • Policlínica Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº
  • Policlínica Vila Nova - Praça Iguatemi Martins s/nº
  • Policlínica Morro São Bento - Rua das Pedras s/nº
  • Policlínica Vila São Jorge e Caneleira - Rua Francisco Ferreira Canto, 351
  • Policlínica São Manoel - Praça Nicolau Geraigire s/nº
  • Policlínica Piratininga - Praça João de Moraes Chaves s/nº 
  • Policlínica Vila Mathias - Rua Xavier Pinheiro, 284
  • Policlínica Valongo - Rua Prof. Maria Neusa Cunha s/nº - Saboó
  • Policlínica Caruara - Rua Andrade Soares s/nº - Área Continental
  • Policlínica Monte Cabrão - Av. Principal s/nº- Área Continental
  • Policlínica Monte Serrat - Praça Correia de Melo s/nº
  • Policlínica Morro da Penha - Rua Três, 150
  • Policlínica Morro José Menino - Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77 A
  • Policlínica Morro Vila Progresso - Rua Três, casas 1 e 2 - Vila Telma
  • Policlínica Morro Santa Maria - Rua 10 s/nº
  • Policlínica Areia Branca - Rua Francisco Lourenço Gomes, 118
  • Policlínica Castelo - Rua Francisco de Barros Melo, 184

Fotos: Marcelo Martins

Galeria de Imagens

Caminhoneiro está na calçada sendo vacinada por uma pessoa com avental branco, touca, máscara e luva. Ao lado deles, à esquerda, está o caminhão. Do lado direito, uma tenda onde se concentram os serviços de imunização. #Paratodosverem

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.