Conteúdo

Mais de 1.200 profissionais se inscrevem para enfrentamento ao vírus em Santos

27 de março de 2020
20h 30

A Prefeitura de Santos recebeu 1.291 inscrições de profissionais de saúde interessados em trabalhar na linha de frente de combate à pandemia do novo coronavírus. O número atende à necessidade momentânea da Secretaria de Saúde (SMS) e, portanto, o recebimento de novos currículos está suspenso desde esta sexta-feira (27). Um novo chamamento público será realizado se houver necessidade.

Do total, foram 651 inscrições para técnico de enfermagem, 419 para enfermeiro, 111 para fisioterapeuta, 68 para técnico de laboratório e 24 para médico. A análise dos currículos será feita na próxima semana, quando serão avaliados tempo de experiência e especialidade. As entrevistas serão feitas por videoconferência e a documentação será entregue on-line, atendendo às medidas preventivas de saúde preconizadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

A previsão é de que comecem a trabalhar dia 10 de abril nas unidades de urgência e emergência, no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e no apoio à rede básica de saúde, de acordo com as necessidades da SMS durante o período de enfrentamento da doença no Município.

A carga horária do plantão será de 12 horas para urgência/emergência e Samu, e de seis horas para a rede básica. As remunerações para o plantão de 12 horas (valor bruto) variam de R$ 244,00 a R$ 1.200,00.

 

MÉDICOS

A SMS também está contatando os 113 médicos, entre generalistas para ambulâncias, de urgência e do Samu, aprovados no último concurso público, para verificar a possibilidade de começarem a trabalhar, neste momento, como autônomos, também no enfrentamento da Covid-19. A forma de trabalho será válida até a retomada dos trâmites burocráticos do certame, suspensos em razão da pandemia. Mais informações pelo e-mail segerhcovid19@gmail.com.