Conteúdo

Mais de 100 funcionários de limpeza atuam na Cidade

4 de fevereiro de 2019
17h 11

Os prejuízos causados pelo temporal que atingiu a região nesta madrugada mobilizam mais de 100 pessoas da Secretaria de Serviços Públicos que auxiliam a Defesa Civil em várias frentes emergenciais. Na Rua Paraná, 183 (Vila Mathias), onde um prédio está em construção, houve solapamento do solo que alcançou a calçada e parte da pista em frente à obra.

Uma equipe da Subprefeitura da Região Central Histórica acompanha os trabalhos da empreiteira que, nesta segunda (4), drena a água no subsolo do edifício, para iniciar posteriormente o reparo na via e calçada. A via está interditada no trecho entre as ruas Almeida de Moraes e Joaquim Távora.

No Jardim Botânico Chico Mendes (Bom Retiro), dez funcionários estão concentrados no corte de três árvores que, ao cair, atingiram a Rua João Fraccaroli e uma residência. Não houve feridos. O incidente provocou também queda de parte do muro do parque. Conforme a Coordenadoria de Paisagismo da Seserp, devido ao porte dos vegetais, o corte deve seguir nos próximos dias.

Morros - Devido aos deslizamentos, a Rua Guilherme Russo, na subida do Morro Nova Cintra, e a Alameda Prefeito José Gomes, no bairro da Caneleira, ficaram interditadas e devem ser liberadas no final do dia, depois da retirada do material. Além destes dois morros, o José Menino, Santa Maria, Pacheco, Marapé, Monte Serrat, São Bento, Penha, Tetéu e Vila Progresso somam 25 pessoas trabalhando na remoção de barro e de blocos rochosos e árvores que soltaram de vários pontos.

Na Área Continental, a equipe atua em três frentes: retirada de árvore que tombou na Travessa Antônio Mineiro (Caruara), desobstrução da passagem que dá acesso ao bairro Mantiqueira (Cubatão), onde houve queda de barreira, e auxílio na limpeza da Creche Noel Gomes Ferreira (Caruara).

Limpeza de galerias - Para melhorar o escoamento da chuva, 20 funcionários desobstruem as galerias da rede de drenagem em toda Cidade, com esforços direcionados principalmente para as ruas da Zona Noroeste, onde os pontos de alagamento são mais frequentes. Demais funcionários colaboram com a limpeza das vias e retirada de lama.