Conteúdo

Linha Turística do Bonde completa 17 anos com festa no Valongo

23 de setembro de 2017
16h 28

Para celebrar os 17 anos do passeio de bonde pelo Centro Histórico, foi preparada uma programação especial para o público. Todos pagaram meia entrada (R$3,50), os passageiros ainda tiveram descontos na loja Museu Pelé Store e ganharam sobremesa no almoço do Estação Bistrô Restaurante-escola.

Na Estação Valongo, o público também conferiu itens artesanais da feira Centro com Arte e degustou, gratuitamente, o cafezinho na bike do Rei do Café, uma das torrefações mais antigas e tradicionais do Estado, presente no Centro há mais de 100 anos. E mesmo quem não fez o tour de bonde pode tirar foto na réplica do modelo que circulou na orla de Santos entre 1984 e 1986.

A apresentação da Escolinha de Choro e Cidadania Luizinho Sete Cordas garantiu boa música. Além do cenário histórico da estação, ver as pessoas tirando fotos com trajes de época ao som de chorinho, entre embarques e desembarques, proporcionou uma viagem no tempo para aqueles que por ali passaram.

O Bonde Arte teve duas saídas gratuitas. E, no passeio especial “Um Bonde chamado saudade” o ator Luiz Escandon compartilhou com os passageiros seus mais de 12 anos de pesquisas sobre a história dos elétricos.

Passageiros

A professora de História Lilian dos Santos Neves levou a família para andar de bonde porque acha importante que todos saibam a história do local onde nasceram. “É um passeio agradável, passa por vários locais. Isso estimula o turismo e resgata a memória da Cidade”.

Já a consultora de negócios Miriam Silva de Oliveira estava apresentando Santos para dois amigos que moram no Japão e aproveitou para fazer o tour com eles. O indiano Kaul Bagtnda disse que aproveitou muito o passeio no bonde e achou a cidade incrível.

Enquanto alguns se aventuravam pela primeira vez, Maria José Lima, velha conhecida dos guias de turismo e dos motorneiros, já perdeu as contas de quantas viagens já fez. A dona de casa tem o costume de fazer o tour repetidas vezes e o motivo de não cansar do roteiro é um só: “quando eu era criança, sempre andava de bonde e eu adoro esse passeio”.

Tradição

Seja pelas descobertas ou pelas boas lembranças, mais de 1 milhão e 500 mil passageiros desfrutaram da linha. Pedidos de casamento, procissões, comemorações de aniversário, o Carnabonde, o Bonde Brincar. Nesses 17 anos, este símbolo do turismo de Santos serviu de cenário para muitos momentos especiais.

Semanalmente, são realizadas cerca de 60 viagens deste trajeto de 5 km que conta com mais de 40 atrações culturais e turísticas. O Museu Vivo Internacional de Bondes é composto por 13 veículos procedentes de países como Itália, Japão, Portugal, Escócia, Estados Unidos, entre outros.

Interrupção para reparos na rede

Neste domingo, excepcionalmente, não haverá passeio da Linha Turística do Bonde porque a CPFL irá realizar reparos na rede elétrica do Centro, o que impossibilitará a circulação da atração.

Saiba mais sobre o bonde e pontos turísticos de Santos aqui

Fotos: Isabela Carrari