Conteúdo
Notícias

Limpeza do lagos do Orquidário de Santos garante bem-estar à fauna do parque

Publicado: 22 de setembro de 2021 - 17h25

Aproximadamente três toneladas de sedimentos foram retirados dos lagos do Orquidário Municipal durante a limpeza que ocorre desde a semana passada. A ação, realizada uma vez por ano, visa a preservação da qualidade da água, onde vivem mais de 200 animais de diversas espécies.

Os trabalhos começaram no dia 13 e terminam nesta quinta-feira (23). Foram três dias dedicados à limpeza do lago de menor capacidade e mais quatro na higienização do lago maior, somados ao tempo que ambos levam para encher, de dois a três dias. 

“Os lagos formam uma grande quantidade de matéria orgânica, porque caem muitas folhas, galhos, dejetos dos animais que vivem por ali. Então a gente precisa lavar para melhorar a condição da água e continuar promovendo o bem-estar das espécies que habitam esse local, como as tartarugas-tigre-d’água, tilápias e até o jacaré-de-papo-amarelo”, explica o coordenador do parque, Rodrigo Derbedrossian.

Durante o trabalho, os animais são concentrados em um dos lagos enquanto é feita a limpeza do outro. Após esse remanejamento, a equipe do parque escoa a água e recolhe os sedimentos em carrinhos de mão, despejando-os nos canteiros do parque. “É uma matéria riquíssima em nutrientes”, esclarece o coordenador. Então é iniciada a lavagem no interior dos canais com cloro e uma lavadora de alta pressão. Após essa etapa, a equipe passa a encher os lagos novamente. Quando o cloro já evaporou da água, os animais são devolvidos ao local de origem. A última etapa da limpeza é realizada fora dos lagos: na manutenção do paisagismo que os cerca.

 

Galeria de Imagens

homens estão dentro de lago vazio em meio a vegetação. #paratodosverem
restos de plantas em fundo de lago. #paratodosverem