Conteúdo

Investimento de R$ 130 milhões contemplará Ponta da Praia com centro turístico, novo Mercado de Peixes e lazer. Confira em vídeo

18 de janeiro de 2019
12h 57

A orla da Ponta da Praia será repaginada com a construção de um novo Mercado de Peixes e do Centro de Atividades Turísticas (CAT), além de uma praça com espelho d’água, rampas náuticas e um mirante com vista para o mar. O Deck do Pescador e a Ponte Edgard Perdigão serão reformados e modernizados. Haverá ainda readequação de 2,45 quilômetros de vias, proporcionando maior fluidez ao transito próximo à travessia de balsas.

Com valor estimado em R$ 130 milhões, o empreendimento intitulado Nova Ponta da Praia não terá custo para o Município e representa a maior parceria entre os setores público e privado da história de Santos, estabelecida em dois acordos firmados com o Grupo Mendes. Um deles ocorre como contrapartida pela construção de edifícios no mesmo bairro (terreno que abrigava clubes). O outro é referente à alteração de finalidade da área que hoje abriga um centro de convenções no Campo Grande.

A exigência das compensações foi possível devido ao enrijecimento da Lei de Uso e Ocupação de Solo (Luos), atualizada em julho do ano passado após aprovação de um projeto de autoria da Prefeitura pela Câmara Municipal, com alteração sobre a utilização dos Núcleos de Intervenção e Diretrizes Estratégicas (NIDEs) e determinação de contrapartidas financeiras em caso de novas construções. A previsão é de que os trabalhos comecem em fevereiro. O prazo para conclusão é julho de 2020.

“Implementamos uma legislação inovadora, exigindo que os empreendedores deem contrapartidas à Cidade. Agora há necessidade de outorga da Prefeitura e as opções de recolher o recurso ou executar a obra”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, durante a apresentação do projeto nesta sexta-feira (18), salientando que as intervenções foram definidas pelo Município e devem ganhar agilidade ao serem tocadas pela iniciativa privada.

 

MERCADO

Entre as principais obras do projeto está o novo edifício do Mercado de Peixes – em área de 1,7 mil metros quadrados, na Avenida Mário Covas –, que vai concentrar 20 boxes para venda de pescado (cinco a mais que o atual, que será extinto) e dois para comercialização de produtos como temperos e artigos de pesca. O ambiente será climatizado e contará com bar no mezanino e vestiário para os funcionários. Haverá ainda câmara fria nos boxes e espaço refrigerado para triagem, gelo e lixo. O estacionamento somará 40 vagas e o acesso de serviço será independente.

 

CENTRO DE ATIVIDADES

Outra novidade – em área de 22 mil metros quadrados, que pertencia à União – será o Centro de Atividades Turísticas (CAT), equipamento público que contará com pavilhão climatizado de feiras e exposições e salão para convenções e shows, além de salas de apoio. Terá ainda um heliponto na cobertura e 400 vagas cobertas de estacionamento. À frente do centro de atividades será construída uma praça com espelho d’água e fonte de efeitos luminosos.

TRÂNSITO

Com o objetivo de proporcionar fluidez ao trânsito automotivo de ida e volta para Guarujá e aos novos espaços de entretenimento e comércio do bairro, serão implementadas medidas como a ampliação da Praça Almirante Gago Coutinho e a implantação de novo bolsão para veículos com prioridade e hora marcada. “A ideia é solucionar, para munícipes e turistas, o grande entroncamento que temos nessa região”, comentou o prefeito.

A saída da travessia de balsas será reorganizada e terá opções para a Avenida Almirante Saldanha da Gama e para a Praça Almirante Gago Coutinho. Também será instalado um terminal de integração de modais de transporte, voltado a ônibus e a uma futura estação de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

 

REFORMAS

Atendendo a projeto da Prodesan direcionado a turistas e usuários da travessia do canal do porto, a Ponte Edgard Perdigão será modernizada e ganhará acessos laterais. Já o Deck do Pescador vai ser reestruturado e ampliado, com tecnologia adequada para suportar ressacas do mar, e contará com nova rampa para maior conforto e segurança dos visitantes.

 

URBANISMO

As intervenções urbanísticas na Ponta da Praia incluem o redimensionamento de trechos do calçadão da orla, por onde passará a ciclovia e haverá novos espaços de convivência, com bancos e bicicletários. Sete rampas de acesso – uma já existente será reformada – e um mirante completam as novidades. Árvores de menor porte serão deslocadas para área contígua visando ampliar o espaço dos pedestres. As maiores permanecerão nos respectivos locais. Troca de iluminação e rede wi-fi completam as melhorias. “Serão grandes espaços de contemplação em áreas que se tornarão referência em Santos”, destacou o prefeito.

 

CRONOGRAMA

As obras devem ter início pelo trecho viário próximo à Avenida Mário Covas (de menor impacto no trânsito). Também terão prioridade as construções do CAT e do novo Mercado de Peixes para liberação das intervenções na Praça Almirante Gago Coutinho. Os demais trechos viários, localizados na Avenida Almirante Saldanha da Gama, entre o canal 6 e a travessia de balsas, receberão os trabalhos somente após a temporada de verão para minimizar o prejuízo ao tráfego de veículos.

 

GRUPO TÉCNICO

O projeto foi elaborado, e segue acompanhado, por um grupo técnico de trabalho coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e formado por profissionais das secretarias de Infraestrutura e Edificações (Siedi), Meio Ambiente (Semam), Turismo (Setur) e Esportes (Semes) e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

AUDIÊNCIAS

Nesta semana, representantes da Prefeitura realizaram audiências públicas com moradores da Ponta da Praia, esportistas, representantes de clubes, profissionais de turismo e permissionários do Deck do Pescador, da Ponte EdgarD Perdigão e do Mercado de Peixes. Os encontros contaram também com a participação de vereadores.

 

ESCOLA

Além dos empreendimentos na Ponta da Praia, a contrapartida do Grupo Mendes pela instalação de edifícios na área que pertencia a clubes inclui a construção de uma unidade escolar na Cidade, que está sendo erguida no Jabaquara desde o ano passado.

 

 

Galeria de Imagens