Conteúdo

Interdições em moradias continuam nos morros de Santos

13 de março de 2020
18h 01

Técnicos da Defesa Civil, acompanhados por representantes da Cohab e da Guarda Civil Municipal continuam a oficializar as interdições de moradias nos morros de Santos, com aplicação de adesivo e demarcação com tinta spray - são pelo menos 255 casas nessa condição em toda a cidade.

Os trabalhos foram concluídos nos Morros do Pacheco, Fontana, São Bento, Penha, Saboó, Caneleira e Ilhéu Baixo – áreas com ocorrências mais graves e mais moradores em áreas de risco. As interdições prosseguirão nos próximos dias em outras localidades afetadas pelas chuvas do início do mês.

A Defesa Civil orienta que as famílias atingidas permaneçam nas casas de familiares ou nos abrigos oferecidos pela Prefeitura. Mesmo com o tempo firme, o solo segue encharcado em virtude do acumulado alto de chuvas, principalmente a partir de fevereiro. Nos 29 dias do mês mais os três primeiros de março, choveu mais de 1.200 mm – quantidade duas vezes superior aos 584,8 mm esperados para os dois meses juntos, com base na média de precipitações no período nos últimos 25 anos.

Desde a noite de 2 de março, a Defesa Civil registrou mais de 300 ocorrências, que continuam sendo atendidas, com priorização dos casos mais urgentes e graves. “Ninguém ficará sem atendimento”, garante Daniel Onias, coordenador da Defesa Civil.

Ao todo, 275 famílias tiveram que sair das suas casas em Santos, sendo que 57 famílias que aceitaram acolhimento nos abrigos municipais.

Previsão do tempo

Para este final de semana (13 e 14), são esperadas temperaturas elevadas e predomínio da sensação de calor na região, de acordo com o boletim meteorológico da Defesa Civil de Santos. Apesar do aumento da possibilidade da instabilidade do tempo, a expectativa é de que ainda não volte a chover.

Na próxima semana, a precipitação deverá voltar. Na metade final da segunda-feira, são esperadas pancadas de chuva, ainda que de forma irregular e com baixo risco para acumulados mais elevados. Ao longo da próxima semana, reforça-se a atenção para a persistência da condição de tempo instável e com chuva.

DOAÇÕES

Colchões, travesseiros, produtos de higiene pessoal, alimentos não perecíveis, água, fraldas descartáveis, materiais de limpeza, roupa de cama e banho continuam a ser aceitos. As doações devem ser entregues no Fundo Social de Solidariedade de Santos (Av. Conselheiro Nébias, 388 – Encruzilhada).