Conteúdo

Instalação artística em Santos revela histórias de mulheres trans em situação de rua

28 de janeiro de 2020
18h 03
Estruturas e formato de orelhão estão dispostas em praça. Pessoas estão próximas acessando. #Pracegover

Dar voz a mulheres trans em situação de rua é o que pretende a instalação artística ‘Clantransdestina’, aberta nesta segunda (27), na Praça dos Andradas, em frente à Cadeia Velha, Centro.

Foram montadas na praça cinco cúpulas com a estrutura de telefones de uso público - os orelhões - que trazem em áudio cinco histórias reais de amores, afetos, violências, opressões e preconceitos. As gravações podem ser acessadas com leitores de QR Code (um código de barras que, quando escaneado pelo celular, é convertido em som).

O projeto, um dos contemplados pelo 7º Facult, é coordenado e concebido pelo artista Rodrigo Montaldi. “Quando tive acesso ao primeiro mapeamento de assassinato de pessoas trans, realizado pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais, fiquei muito chocado. Eu me questionei, como posso contribuir nessa discussão e reflexão, no mundo?”.

Lançada em alusão ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, celebrado nesta quarta-feira (29), a ação cultural é fruto de pesquisa realizada pela coordenadora da Comissão Municipal da Diversidade Sexual, Taiane Miyake, em abrigos públicos de Santos e São Vicente.

“Em tempos de crise que vivemos, dar visibilidade a essas pessoas que estão em situação de rua é um passo importante. Eu, enquanto coordenadora da comissão, pesquisadora do projeto, branca, empoderada e politizada, ainda sofro um certo preconceito, imagine essas histórias que estão aqui, o quanto sofrem preconceito da população e também preconceito das pessoas em situação de rua?”, refletiu a coordenadora.

ITINERANTE

No total, três espaços serão ocupados pela instalação artística. Na Praça dos Andradas, permanece até 10 de fevereiro. Depois, segue para Praça das Bandeiras (Gonzaga), onde permanece até 29 de fevereiro. Por fim, irá ocupar a Praça da Paz Universal, na Zona Noroeste, de 1º a 15 de março.

EVENTO

Dentro da programação alusiva ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, nesta quarta (29), às 19h, será realizada no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida) a palestra ‘Novas oportunidades de trabalho para transsexuais e travestis”, com a advogada Márcia Rocha, participação da escritora trans Kátia di Ferrari e de Taiane Miyake.

 

Fotos: Marcelo Martins

Galeria de Imagens

Pessoas fazem fila próximo a orelhão estilizado. #Pracegover
Homem está junto a estrutura de orelhão estilizado. #Pracegover
Mulher está atrás de dois orelhões estilizados. #Pracegover