Conteúdo

Iniciadas obras de melhorias da acessibilidade na Praça da República, no Centro de Santos

23 de outubro de 2019
13h 37

Já estão em execução as obras de melhoria da acessibilidade na Praça da República, no Centro Histórico, integrando um conjunto de intervenções previstas no programa Novo Centro Velho. Os serviços começaram pela Praça Antônio Telles (localizada ao lado) no dia 14 e compreenderão também um trecho de calçada até a Rua Martim Afonso.

Ostentadora de um monumento em homenagem a Braz Cubas (o primeiro instalado na Cidade, em 1908), a Praça da República vai ganhar novos passeios em concreto desempenado, nivelados e padronizados, rampas de acessibilidade e pisos táteis. Bancos e lixeiras serão redistribuídos para assegurar caminhos acessíveis. O projeto de reurbanização visa dar uniformidade à área, integrando os diferentes fragmentos por meio de alinhamento e nivelamento do conjunto, que será cercado por balizas de aço inoxidável.

Nesta quarta-feira (23), funcionários da empresa Inaplan, vencedora da licitação, trabalhavam na delimitação do perímetro da Praça Antônio Telles, que foi remodelado. Os trabalhos foram acompanhados pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e por técnicos da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi), pasta que gerencia as obras.

“É uma grande intervenção, uma reurbanização completa da Praça da República para garantir mais acessibilidade. Aqui é um lugar muito frequentado. Há os prédios da Secretaria da Fazenda do Estado e da Alfândega, pessoas que vêm do Guarujá, então é importante que tenhamos uma estrutura adequada para quem circula aqui no dia a dia”, afirmou o prefeito, mencionando também a futura sede da Secretaria de Segurança (Seseg) e da Guarda Civil Municipal, no antigo prédio da Polícia Federal. “Será mais segurança para o Centro”.

 

Resgate

A reurbanização resgata a importância dos 5 mil metros quadrados da praça, realçando sua porção central, em frente ao prédio da Alfândega. A estátua receberá serviços de conservação. “Vamos ainda recuperar o mosaico para preservar o testemunho do monumento a Braz Cubas. Jardins também serão remodelados”, acrescentou o assessor técnico da Siedi, Nilson Barreiro.

Estacionamentos para carros e motos, paraciclos, unidade do Bike Santos, ponto de táxi e uma nova plataforma de embarque e desembarque acessível para ônibus municipais ficarão nos setores laterais da praça. O núcleo central será preservado para deslocamento, descanso e contemplação. O projeto foi analisado e aprovado pelos conselhos estadual e municipal de defesa do patrimônio histórico (Condephaat e Condepasa).

 

Aprovação

O despachante aduaneiro do Porto de Santos, Paulo Manhani, 52 anos, trabalha próximo ao local e já aprova a reurbanização. “Vai atrair comércio, turismo, em especial o de negócios, e é uma boa iniciativa para a Cidade”.

 

Números

No valor de R$ 720 mil, as obras devem ser concluídas em seis meses e têm recursos provenientes de convênio com o Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

 

Novo Centro Velho

A obra integra o programa Novo Centro Velho, iniciativa da Prefeitura que vai estimular o desenvolvimento econômico sustentável, social, cultural e turístico dessa região associada ao conceito da Economia Criativa. Saiba mais sobre o assunto aqui.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.