Conteúdo
Notícias

Infectologista em Santos tira dúvidas sobre terceira dose da vacina contra a covid-19

Publicado: 14 de janeiro de 2022
15h 16

Desde que Santos iniciou a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19, em outubro de 2021, muitas pessoas procuram as unidades de Saúde em Santos para tirar dúvidas sobre o assunto. Para ajudar a população, o médico infectologista Marcos Caseiro reforça algumas orientações básicas e essenciais.

QUAL O INTERVALO ENTRE AS DOSES?
“O intervalo entre a segunda e a terceira doses, recomendado pelo Ministério da Saúde, deve ser de quatro meses. A exceção fica para pacientes com doenças imunossupressoras como a Aids, que estejam fazendo tratamento de quimioterapia ou sejam transplantados, por exemplo. Estes devem fazer o reforço um mês após a segunda dose”.

QUAIS OS RISCOS DE NÃO TOMAR A DOSE DE REFORÇO?
“Estudos apontam que as pessoas que não completam o esquema vacinal contra a covid-19 têm 15 vezes mais chances de serem internadas em estado grave ou irem a óbito. Com a dose de reforço, os casos de morte são raros e incomuns. Entre as pessoas que morrem em decorrência da covid-19, cerca de 80% não se vacinaram”. 

LABORATÓRIOS DIFERENTES
“O protocolo do Ministério da Saúde indica que as pessoas devem fazer o reforço preferencialmente com a Pfizer. Na ausência dela, deve-se usar Astrazeneca ou Janssen. Estudos mostram que a dose de reforço diferenciada aumenta muito a quantidade de anticorpos. Não há risco nenhum”. 

HAVERÁ NECESSIDADE DE QUARTA DOSE?
“Os especialistas estudam a possibilidade de criar uma nova dose que seja eficiente contra todas as variantes em circulação atualmente”.

CONFIANÇA
“A principal preocupação é com falsas informações, que circulam nas redes sociais, sugerindo que as vacinas não são seguras. Não há motivo para qualquer tipo de desconfiança. As vacinas aplicadas no Brasil estão sendo usadas nos Estados Unidos, Canadá e Europa, por exemplo. Não se pode imaginar que uma coisa que funciona e não causa efeito adverso em todo o mundo não vá funcionar ou causar efeitos adversos aqui”.


Clique aqui para conferir o esquema vacinal em Santos
 


 

Galeria de Imagens

o médico marcos caseiro está sentado em uma cadeira. À mesa à frente dele tem um desktop. #paratodosverem
Marcos Caseiro