Conteúdo

Imersão na cultura santista encanta alunos de Guarujá

8 de novembro de 2019
18h 15

Mais de setenta alunos do ensino médio do colégio Adélia Camargo Corrêa, de Guarujá, participaram de uma vivência no Centro Histórico de Santos e puderam conectar história e realidade através dos cenários apenas conhecidos nos livros. O aprendizado aconteceu nesta sexta-feira (8) quando a turma percorreu ruas como Amador Bueno, Marquês de Herval, XV de Novembro e praças dos Andradas e José Bonifácio.

A saída foi do bairro Santa Rosa, em Guarujá, e a travessia foi pela barca de Vicente de Carvalho. Ao longo do trajeto, os professores falaram sobre a história do Porto de Santos e sua importância para a América Latina. Ao chegarem a Santos, o primeiro destino foi o Teatro Guarany, onde relembraram autores e personagens da literatura brasileira.

De lá, visitaram a Cadeia Velha, sua história e como o espaço é usado para ações culturais atualmente. Percorreram as ruas históricas até o Museu do Café e conheceram a Igreja do Valongo. O grupo ainda fez o percurso turístico do bonde. A experiência turística e cultural se encerrou no Paço Municipal, onde puderam apreciar o Salão Nobre Esmeraldo Tarquínio.

Ao encerrar o evento, Kalanne Silveira, coordenador pedagógico do ensino médio, compartilhou com os adolescentes a importância do legado cultural. “Todos somos capazes de deixar uma marca neste mundo. O que fizemos hoje, aqui em Santos, foi entrar na história de pessoas que plantaram uma semente há anos, e agora temos esse patrimônio todo para cuidar para as futuras gerações. É uma experiência muito enriquecedora”.

Aluna do 2º ano, Nágilla Campelo Santos, 16 anos, acredita que o conhecimento de experiências da história pode influenciar decisões de gerações futuras. “Acho muito importante isso, de a gente ver tudo na prática. Conhecemos a história, é muito importante essa imersão na história, para a gente aprender com os erros e acertos do passado, para a gente mudar o futuro”.