Conteúdo
Notícias

Hospedaria dos imigrantes terá museu

Publicado: 20 de maio de 2004
0h 00

Criar um Museu do Imigrante e transferir a Biblioteca Municipal, que atualmente funciona na Rua Amador Bueno, 22, Centro, estão nos planos da Prefeitura para o imóvel que abrigou a Hospedaria dos Imigrantes, na Rua Silva Jardim, na Vila Mathias. O prédio foi repassado ao Município por prazo indeterminado, por meio de decreto assinado pelo governador Geraldo Alckmin, determinando que, após restauração, o imóvel seja usado para fins turísticos. O repasse da Hospedaria dos Imigrantes é uma luta antiga da Administração, desenvolvida desde o governo Mário Covas. No entanto, o imóvel foi cedido, em outubro de 1998, para o Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista que, apesar de ter um projeto para recuperação do prédio, não conseguiu cumpri-lo no prazo previsto. Para colocar em prática as obras necessárias para a revitalização da Hospedaria, um dos primeiros passos da Prefeitura é tentar junto ao Departamento de Apoio e Desenvolvimento às Estâncias (Dade), órgão ligado à Secretaria de Estado de Turismo, as verbas necessárias para a implantação. Em processo de deterioração, o imóvel terá que passar por uma limpeza geral, enquanto a Prodesan deverá elaborar um projeto para recuperação do prédio que, por estar em completo abandono, se encontra em ruínas. MUSEU O Museu do Imigrante terá um acervo contando a história dos povos que entraram pelo Porto de Santos, passando pela Hospedaria dos Imigrantes, onde os visitantes terão informações sobre os antepassados e a árvore genealógica da família, por meio de computadores. A biblioteca, que hoje funciona no Centro, terá um espaço maior no prédio cedido à Prefeitura e o atual acervo deverá ser ampliado.