Conteúdo

Guarda Municipal e PM auxiliam em nascimento de bebê dentro de carro em Santos

14 de fevereiro de 2020
17h 41

O imprevisto é algo esperado na rotina da Guarda Municipal (GM). Na última quarta-feira (12) não foi diferente e uma situação inusitada ainda não vivenciada pelo supervisor da corporação na Coordenadoria da Orla, Lucas Ponte, aconteceu: ele prestou auxílio a Celina Cardoso Prestes, 34 anos, que deu à luz Khaled Prestes de Carvalho por volta de 12h40, no interior do carro da família, na orla do José Menino, próximo ao emissário submarino.

 

Ponte estava em patrulhamento junto à equipe que, ao perceber a movimentação ao redor do veículo, se aproximou e ofereceu ajuda. Lá estava Celina, em trabalho de parto, acompanhada do marido, o motorista carreteiro Rodrigo de Carvalho, 35, que, ao avistar um posto da Polícia Militar (PM), parou para pedir auxílio. GM e PM prestaram atendimento à família, moradora de São Vicente, que foi escoltada pelos dois órgãos de segurança até o Complexo Hospitalar dos Estivadores (Encruzilhada).

 

“Devido ao nascimento ter sido no veículo, fizemos a escolta dos pais e da criança até o hospital para os atendimentos médicos”, explicou Ponte, que entre tantas ocorrências diárias afirma que esta foi a primeira vez que participou efetivamente de um parto. “Ninguém espera que vá auxiliar em um parto quando levanta para trabalhar. Já tivemos outras situações com parturientes, mas sempre deu tempo de chegar ao hospital. Você fica com a sensação de que cumpriu o seu dever e fez um bom trabalho. Graças a Deus, correu tudo bem”.

    

APOIO E FELICIDADE

 

No hospital, Celina, moradora da Esplanada dos Barreiros, contou que as cólicas começaram depois que tomou café, na quarta. “Me arrumei e viemos para o hospital. No meio do caminho, as dores foram aumentando. Meu filho saiu logo, foi um parto humanizado e tive todo apoio. Por essa eu não esperava”, falou ela, que tem outro menino, de 11 anos, Kenny Richard.

 

Feliz da vida, o pai do bebê ressaltou que “o apoio das equipes deixou a gente relaxado e calmo. Fui pedir ajuda e, quando voltei para o carro, meu filho já estava coroando. Graças à Guarda Municipal e à Polícia Militar deu tudo certo. No hospital, minha esposa desceu do carro normal, andando, colocaram ela na maca e o bebê foi levado para a maternidade. Ele nasceu com 3,150 quilos, 48,5 cm e com bastante saúde”, comemora.  

Galeria de Imagens

Celina, o bebê e o guarda municipal Lucas
Celina, o bebê e o GM Lucas
A família reunida. Mãe, bebê, pai e o filho mais velho. #Paratodosverem
O bebê Khaled. #Paratodosverem