Conteúdo

Fundação Arquivo e Memória restaura painel centenário

1 de março de 2018
17h 13

A Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams) recebeu a missão de restaurar uma raridade que faz parte do acervo da Prodesan. Um imenso painel fotográfico de 1907, que retrata uma Santos em constante transformação, foi deixado aos cuidados do setor iconográfico da entidade para que fosse recuperado e pudesse voltar a fazer parte da paisagem da sala da diretoria financeira da empresa santista.

“Muitas fotos antigas da Cidade, inéditas, enfeitam paredes de repartições públicas diversas, sem registro ou conhecimento de órgãos de preservação. É extraordinário quando nos deparamos com estes tesouros iconográficos, que nos permitem resgatar visualmente os mais variados períodos históricos da Cidade”, comentou o jornalista e historiador Sergio Willians, diretor técnico da Fams.

A imagem, panorâmica, tirada a partir da subida do Monte Serrat, mostra como era um importante trecho do centro de Santos em 1907. Naquele ano, por exemplo, o prédio do Corpo de Bombeiros, que viria a ser conhecido como Castelinho (atualmente sede da Câmara Municipal), ainda estava sendo construído. No centro da imagem aparece a Praça José Bonifácio, ainda sem a presença dos prédios do Fórum, da Sociedade Humanitária, do Coliseu, da Catedral, entre outros.

Uma curiosidade da imagem é a presença da famosa Praça de Touros, que ficava onde hoje se encontra o Teatro Coliseu. No primeiro plano está o prédio do Colégio Barnabé e, ao fundo, vê-se a obra de aterramento do cais de Outeirinhos, que consolidaria o avanço do Porto de Santos na direção da Ponta da Praia. Segundo o diretor Sergio Willians, “a fotografia revela um período de transformação da Cidade, que começava a testemunhar o desenvolvimento urbano acentuado em função das riquezas oriundas do comércio de café. A imagem é extremamente rara, sendo que a Fundação Arquivo e Memória não possuía algo semelhante, ainda mais exibindo prédios que se extinguiram há muito tempo da paisagem urbana, como a Praça de Touros”.

 

Trabalho minucioso

O restauro, executado pelo responsável do setor de iconografia da Fams, Marcelo Mathias, levou algumas semanas para ser realizado. O painel foi montado com a ampliação de vários trechos da imagem, que compuseram uma espécie de mosaico. Com o tempo, algumas partes foram descolando e passaram a necessitar de restauro. Ao chegar no setor da Fams, primeiramente realizou-se a higienização das placas fotográficas, onde foram identificados os pontos que necessitavam de reparos. Após o diagnóstico, o técnico restaurador iniciou um trabalho minucioso de recuperação dos detalhes apagados, eliminando manchas superficiais e reajustando pequenos descolamentos.

Agora, pronto e reproduzido para o acervo da Fams, o quadro retorna ao seu lugar de origem, na Prodesan, onde volta a figurar como uma espécie de janela do tempo, proporcionando aos que o veem, uma ligeira viagem a uma época peculiar da história santista.

 

Fotos: Francisco Arrais

Galeria de Imagens

O painel completo com imagens de Santos em 1907. #pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.