Conteúdo
Notícias

Fumacê combate o Aedes em cinco bairros de Santos

Publicado: 31 de maio de 2021
11h 32
Atualizado: 2 de junho de 2021
10h 27

Trechos de cinco bairros receberão nebulização do tipo fumacê contra o mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela urbana), entre terça (1º) e quinta-feira (3). A dispersão do inseticida será feita, sempre a partir das 18h, com dois carros: um passando por ruas do Paquetá, Centro e Vila Nova, e outro por vias do Boqueirão e Embaré.

Mesmo com ações semanais para combater o Aedes, Santos ultrapassou a marca de 3 mil casos confirmados de chikungunya este ano: desde janeiro, há o registro de 3.045 casos dessa doença, além de 2.245 casos de dengue.

A chefe técnica da Seção de Controle de Vetores, Ana Paula Favoreto, informa que, na Região Central, as equipes passarão pelo quadrilátero formado entre as ruas Braz Cubas, Xavier da Silveira, João Otávio e Bittencourt. Já no Boqueirão, o inseticida será aplicado no trecho entre as Avenidas Afonso Pena e Siqueira Campos, Rua Nabuco de Araújo e Avenida Conselheiro Nébias. E, no Embaré, entre as avenidas Siqueira Campos, Senador Dantas e Pedro Lessa.

No fumacê, os agentes da Secretaria Municipal de Saúde pedem que os moradores deixem portas e janelas abertas e, se possível, que levantem as colchas das camas porque o mosquito gosta de se esconder em locais com pouca luminosidade.

COMO É A DEFINIÇÃO

Os agentes da Seção de Controle de Vetores definem os locais das nebulizações com base nos dados de casos confirmados de dengue e chikungunya em cada área. Na semana passada, o fumacê passou por 36 quadras do Marapé e da Vila Belmiro.