Conteúdo

Feira da Solidariedade em Santos tem variedade de opções

22 de novembro de 2019
17h 20

Se você busca uma oportunidade para comprar artigos para casa ou presentes de Natal, imagine um local onde são oferecidos desde pequenas lembranças, como ímãs de geladeira, marcadores de livro e sabonetes, a presentes como bolsas, porta-joias e caixas decorativas. É a 38ª Feira de Criatividade, Arte e Solidariedade - Edição de Natal, aberta nesta sexta-feira (22), no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Teatro Municipal - Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

O evento oferece diversos produtos a preços acessíveis e terá 20% da renda revertida para as entidades assistenciais cadastradas no Fundo Social de Solidariedade (FSS). A abertura contou com a participação de 25 voluntárias do Coral do Fundo. "Aqui, há uma diversidade de produtos com opção de gastar pouco e variar nos presentes. As peças são produzidas com carinho e dedicação e a feira colabora com as entidades, porque sabemos que nesta época do ano os compromissos sociais são muitos", disse a presidente do FSS, Maria Ignez Barbosa.

 

ESTANDES

Os 80 estandes estarão montados até domingo (24), sempre das 14h às 20h. Eles oferecem produtos em sua maioria feitos à mão. Panos de prato, toalhas bordadas, guirlandas, acessórios para cabelo, bijuterias, bolsas térmicas, de praia ou de passeio, canecas, aromatizadores e perfumes são apenas alguns dos itens à venda.

Ao todo, 18 entidades e 62 artesãos participam da feira. "Estamos com uma ótima expectativa. No ano passado, a feira foi muito boa porque é uma oportunidade para encontrar presentes de R$ 5 a R$ 100, para todos os gostos e idades", explicou Denise Gouvêa, assessora técnica do FSS. Além dos estandes, uma área de alimentação oferece café, doces, salgados, sorvetes e conservas.

"Comprei coisas para minha casa. Os preços são acessíveis", disse a aposentada Marina Kamya, uma das primeiras a prestigiar a feira e que comprou duas pequenas bonecas.

 

O evento tem entrada gratuita e é realizado pelo FSS, com apoio da Secretaria de Cultura (Secult).

 

A voluntária do Fundo Maria Amélia Marques Coletti estava em um dos estandes, onde há produtos de até R$ 50. Muitos feitos pelas próprias voluntárias do FSS. “Apostamos muito nas bolsas térmicas e panos de prato”, afirmou.

Quem também está na expectativa é a artesã Alexsandra Lobo, que expõe seus trabalhos pela primeira vez. Ela lida com feltro e confecciona diversas peças como chaveiros, personagens infantis, pets e ponteiras de lápis.

“Eu tenho produtos de R$ 3 a R$ 190. Presentes para homens, mulheres, crianças. Me preparei com produção para este fim de ano porque é sempre uma oportunidade de renda extra”.

 

Galeria de Imagens

Mesa com inúmeros objetos artesanais de decoração. Uma mulher mexe nas peças. #Pracegover
Apresentação de coral na abertura do evento. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.