Conteúdo

Faxina geral volta ao bairro da aparecida

22 de maio de 2001
0h 00

Os 120 agentes do Plano de Erradicação ao Aedes aegypti´ (PEAa) retornam hoje, a partir das 8 horas, ao bairro da Aparecida para concluir a Faxina Geral de combate à dengue, iniciada no último sábado. Por ser apenas 23 quadras que serão vistoriadas, o mutirão será estendido até o bairro do Estuário, onde serão visitadas 31 quadras. Casas térreas, apartamentos e estabelecimentos comerciais serão visitados pelas equipes, que além de fazer remoção dos criadouros, estarão verificando calhas e ralos para eliminar as larvas do mosquito que se proliferam em água parada e limpa. Atualmente o município registra 3.597 casos de dengue e os bairros que apresentam o maior número de pessoas infectadas são Campo Grande, Marapé, Gonzaga, Boqueirão e Embaré. Para garantir o sucesso da operação, o PEAa solicita aos moradores que colaborem com os agentes, ouvindo suas orientações e, ao mesmo tempo, deixando as equipes entrarem nas residências para realização do trabalho. A preocupação é com os criadouros domésticos, especialmente as casas com quintais e terrenos nos fundos. O mosquito gosta de se alojar em locais limpos. NEBULIZAÇÃO A nebulização com inseticida com equipamento pesado (com um caminhão) efetuada pela Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) deixou de ser realizada desde o início do ano por decisão da Secretaria de Estado da Saúde. Segundo a própria Sucen, em comunicado enviado a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a operação deixou de ser realizada tendo em vista sua baixa eficácia e elevado impacto ambiental. Afirma o relatório que a nebulização tem um impacto insuficiente para espécies altamente predominantes no interior de edificações, como o Aedes aegypti, para qual, segundo estudos desenvolvidos pela Sucen, mais de 80% das fêmeas encontram-se no interior das casas. É conhecida a baixa mortalidade que esse tipo de nebulização obtém no intradomicílio, destaca o documento. REUNIÃO Um representante da Secretariade Saúde participa hoje, às 9 horas, no Hospital Guilherme Álvaro, de um encontro de secretários de saúde da Baixada Santista para discutir a epidemia da dengue na região. Entre os temas a serem discutidos está o plano que deverá ser traçado pelos nove municípios da região para o combate conjunto ao mosquito Aedes agypti durante o inverno.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.