Conteúdo

Famílias de Santos começam a receber cestas básicas

7 de abril de 2020
15h 58
pessoas de máscara recebem as cestas #paratodosverem

A distribuição das cestas básicas a famílias em vulnerabilidade social e com alunos matriculados no ensino fundamental de Santos e inscritos no programa Bolsa Família começou a ser realizada na manhã desta terça-feira (7). Na sexta-feira (10), começam a ser entregues as cestas para famílias com alunos na Educação Infantil.

Ao todo, 5,5 mil cestas serão distribuídas por meio de agendamentos realizados por 41 escolas que atendem ao ensino fundamental e 51 com educação infantil. Para evitar aglomerações, as direções das unidades de ensino entrarão em contato com as famílias.

A iniciativa, que visa garantir a segurança alimentar dos estudantes durante o isolamento social, é realizada em parceria com empresas privadas que providenciaram a doação das cestas e a estrutura logística de entrega ao Município. Logo cedo, famílias acionadas pela direção da UME Colégio Santista, na Vila Nova, já estavam recebendo as cestas doadas pelo Moinho Paulista S/A (Nita Alimentos), com o apoio logístico da Santos Brasil. Cada cesta é acompanhada por um ovo de Páscoa.

Durante o período de entrega, funcionários das escolas mantêm as normas de higiene e segurança utilizando luvas, máscaras e álcool gel para limpeza das mãos. “Agradeço a cada uma das empresas que está fazendo doações de vários produtos. É uma soma de esforços, não fazemos nada sozinho. Esse é um programa de saúde alimentar, mas também de saúde pública. É importante alimentar essas famílias porque, bem nutridas, elas ficam menos suscetíveis a doenças e minimizamos o impacto na nossa rede pública de ensino”, afirmou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

Mãe de três filhas com idades de 7, 12 e 14 anos, sendo que a mais nova estuda na UME Colégio Santista, Edilaine Silva, de 34, já retirou sua cesta. Ela contou que as filhas estão ficando na casa de um parente, em Pedro de Toledo, e que ajuda na alimentação das filhas enviando mantimentos. “A cesta foi uma benção. Vai ajudar demais".

Michelle Dias, de 37 anos, tem um filho de 10 anos matriculado na escola, além de outros dois filhos, um de 12 e outro 16. Respeitando a quarentena em casa, também retirou sua cesta. “Fiquei muito feliz de receber os alimentos. Uma iniciativa muito boa".

Segundo Márcio Salvadego, presidente da Moinho Paulista S/A (Nita Alimentos), a preocupação da empresa começou com os próprios colaboradores e familiares. “Produzimos uma categoria essencial de alimentos e estamos cientes do momento. Com as famílias em casa, e com crianças, o consumo doméstico aumenta, ainda mais se aproximando de uma data como a Páscoa. Poder colaborar foi um privilégio”.

As cestas foram transportadas de Caieiras (SP) pela Santos Brasil. “Em um momento de crise, como o que estamos vivendo, parcerias que reúnam esforços da iniciativa privada e área pública são fundamentais para mitigar os impactos nas comunidades mais carentes”, disse Ricardo Buteri, diretor comercial da empresa. A armazenagem é realizada pela Empresa Gramport.

Fotos: Isabela Carrari

Saiba mais:

Secretaria de Saúde recebe doações de materiais no combate à covid-19

Centros de Assistência Social de Santos vão distribuir cestas

Força-tarefa higieniza veículos da Saúde em Santos

Detergentes serão encaminhados a equipamentos municipais e famílias

Galeria de Imagens

mulher entrega ovo de pascoa #paratodosverem
técnica analisa lista #paratodosverem
homem leva cesta para mulher #paratodosverem
mulher se aproxima de mesa onde há lista #paratodosverem
homem pega caixa com cesta #paratodosverem