Conteúdo
Notícias

Exposição virtual homenageia santistas que lutaram na Revolução de 1932

Publicado: 8 de julho de 2021
16h 11

Três mil santistas arriscaram suas vidas na Revolução de 1932, movimento armado que teve como objetivo derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e convocar uma Assembleia Nacional Constituinte. Para homenageá-los durante o feriado de 9 de julho, data de início do movimento, a Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams) apresenta a exposição virtual "Os Santistas na Revolução de 1932", com dez painéis que contam um pouco da história desse momento histórico e como os caiçaras se envolveram no conflito.

A exposição foi idealizada pelo historiador da Fundação, José Dionísio de Almeida, e pelo arquiteto Nelson Santos Dias, com o objetivo de preservar a história e a memória do acontecimento no Município. A exibição conta com imagens do próprio acervo da Fams, texto do historiador e diagramação do arquiteto. Para acessá-la, basta visitar o site da Fundação ou a página no Facebook , onde permanecerá durante um mês.

"A Revolução de 1932 teve uma grande participação de santistas. É uma data comemorada em todo o estado e que, particularmente para Santos, é mais uma demonstração da vitalidade política e da disposição da nossa população em defender os interesses não só da sua cidade, mas também do seu estado e do País. Inúmeras famílias participaram dessa ação. Muitos jovens de Santos, voluntariamente, se apresentaram para defender essa Revolução. Então é uma data que vale a pena ser relembrada e celebrada da maneira adequada", disse o presidente da Fams, Luiz Dias Guimarães.

ACESSO AOS ARQUIVOS

As fotos presentes em "Os Santistas na Revolução de 1932" foram utilizadas apenas na exposição, mas são de domínio público. Para acessar o material relacionado, basta comparecer ao Arquivo Permanente da Fams, situado na Rua Amador Bueno, 61, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (13) 3213-1730.

Na exposição, são citados apenas os nomes dos combatentes. Para obter o levantamento biográfico dos santistas que lutaram na Revolução, é preciso entrar em contato com a Associação dos Combatentes de 1932 de Santos pelo site ou pelo telefone (13) 2202-4891.

REVOLUÇÃO DE 1932

A Revolução Constitucionalista de 1932, também conhecida como Revolução de 1932 ou Guerra Paulista, teve início no dia 9 de julho de 1932 e chegou ao fim no dia 2 de outubro do mesmo ano. O conflito surgiu do inconformismo paulista com o governo de Getúlio Vargas, que estava há dois anos no poder, após a Revolução de 1930, e não havia cumprido a promessa de convocar uma nova Assembleia Constituinte e realizar eleições gerais. Desde então, o dia 9 de julho passou a ser feriado estadual, comemorado em São Paulo.
 

Galeria de Imagens