Conteúdo
Notícias

Exposição em Santos usa esculturas para sensibilizar sobre doação de órgãos

Publicado:
14 de setembro de 2021
19h 14
grande escultura de olhos. #paratodosverem

SAIBA COMO DOAR

A exposição “Mais Vida”, que conscientiza sobre a importância da doação de órgãos e tecidos, foi inaugurada na manhã desta terça-feira (14), no Praiamar Shopping (Rua Alexandre Martins, 80, Aparecida). A mostra, alusiva ao Setembro Verde, ficará aberta ao público das 10h às 22h, no 2º piso do prédio, até domingo (19).

A exposição traz cinco esculturas no formato dos principais órgãos destinados à doação: coração, córneas, pulmão, fígado e rins. Para trazer um tom lúdico ao tema, as obras de quase dois metros de altura foram estilizadas com cores, formas e desenhos. Os artistas por trás das esculturas são: Moris, Clara Leff, Wagner Roza, Lucas Sacool e Gom.

"Shoppings são locais de bastante circulação de pessoas e as esculturas são muito bonitas, grandes, coloridas, então é um atrativo para chamar a atenção da população. Aí as pessoas veem, querem saber, tirar foto e esse é o momento de a gente fazer uma sensibilização", explica a enfermeira-chefe da Seção de Captação e Transporte de Órgãos e Tecidos para Transplante (Secapt) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Danielle Caliani.

Munícipes que quiserem mais informações a respeito do tema podem visitar a exposição a partir das 13h. Neste horário os profissionais da Secapt ficam no local esclarecendo dúvidas e distribuindo folders informativos até as 22h. Profissionais da Santa Casa de Santos e da Central de Transplantes também atuam em parceria com o Município.

PRIMEIRO DIA

No primeiro dia de exposição, a Secapt conscientizou dezenas de munícipes. Segundo a chefe do departamento, muitas pessoas ainda têm dúvidas simples a respeito da doação de órgãos, como em relação ao estado do corpo após os transplantes que, segundo Danielle, não sofrem deformações, como pensado pela maioria.

"Muita gente chegou aqui falando que tem registrado no RG a intenção de ser doador, mas essa é uma informação antiga, não se usa mais. Agora as pessoas precisam avisar a família, porque são os parentes de primeiro grau que autorizam. Não adianta ter no RG, porque se a família não autorizar, não ocorre o transplante", explicou a chefe da Secapt.

PRÓXIMA AÇÃO

A próxima ação alusiva ao Setembro Verde ocorrerá no dia 22, na UPA Central, com conscientização sobre o tema para profissionais que atuam na unidade.

COMO DOAR

A doação pode ser realizada desde os sete dias de vida e é sempre antecedida por entrevista e autorização da família. Precisa ser constatada a morte encefálica (quando o cérebro para de funcionar, mas o coração ainda está batendo). Para essa confirmação, há legislação específica do Conselho Federal de Medicina: três médicos (que não podem integrar equipes de transplante) têm de dar o aval e, só depois, entra a fase da entrevista com a família. Na rede pública municipal, o setor pode ser acionado pelo telefone 3221-4230.

 

Fotos: Francisco Arrais

 

Galeria de Imagens

escultura de rim ilustrada com uma boca cheia de dentes. #paratodosverem
escultura em forma de coração. #paratodosverem
mulher segura folheto e o mostra para outra mulher. Ao fundo,  uma escultura. #paratodosverem
escultura de córnea. #paratodosverem