Conteúdo

Ex-jogadora Ana Moser participa de seminário de Educação Física

20 de agosto de 2019
15h 58

Com a presença da ex-jogadora de vôlei da seleção brasileira e medalhista olímpica e mundial Ana Moser, foi realizado nesta terça-feira (6) o I Seminário ‘Educação Física em Destaque: promovendo escolas ativas’, no auditório da Unimes. Promovido pela Secretaria de Educação (Seduc) em parceria com a universidade, Instituto Esporte e Educação (IEE) e Petrobras, reuniu professores de educação física das redes municipais de Santos e Cubatão, além de universitários.

Os participantes puderam conferir, nos períodos da manhã e da tarde, a palestra do professor João Batista Freire, doutor em psicologia educacional pela USP e livre docente em pedagogia do movimento pela faculdade de Educação Física da Unicamp, além de conferir exposições de trabalhos mostrando as boas práticas dos professores nas unidades em que atuam.

Desde outubro do ano passado, o IEE está realizando o projeto Rede de Parceiros Multiplicadores do Esporte Educacional, formando 77 professores de 45 escolas municipais de Santos, com a participação dos núcleos do programa Escola Total/Jornada Ampliada, e 16 professores de cinco unidades de Cubatão. Serão dez módulos até março de 2020 e já ocorreram cinco. Em todo o Brasil, 50 municípios são beneficiados com a ação.

“É primeira vez que realizamos a formação em Santos, uma cidade referência e com tradição esportiva. Nossa ação é pautada em cinco pilares: inclusão, respeito às diversidades, construção coletiva, autonomia e educação integral, em que são considerados a utilização do tempo e do espaço e o aluno em sua totalidade. Temos a proposta da escola ativa, em que as atividades não sejam apenas nas aulas de educação física, mas que exista o envolvimento de todos, uma mobilização, buscando o desenvolvimento motor, afetivo, melhoria das relações, entre tantos outros benefícios”, explicou Ana Moser.

“O princípio básico é aumentar a autonomia do professor, melhorar e integrar a teoria com a prática corporal e principalmente tornar a escola mais inclusiva, visando à participação de todos os alunos de modo integral. A metodologia ativa faz parte da Educação Física, mas também depende de toda a comunidade escolar. O esporte educacional atrelado à metodologia ativa busca ensinar o indivíduo a pensar melhor, a ter ética de vida em sociedade, a pensar em um ensino reflexivo e a ter qualidade de vida”, explicou a professora Sandra Freitas, responsável pelo evento pela Seduc.

Galeria de Imagens

Ana Moser fala ao microfone #pracegover