Conteúdo
Notícias

Estudantes de Santos são premiados em concurso com trabalhos sobre cultura da paz

Publicado: 1 de outubro de 2021 - 18h10

Em uma cerimônia especial, três alunos das redes pública e privada de Santos foram premiados no concurso de produções artísticas ‘Consciência – girando pela paz’, na quinta-feira (30), na Pinacoteca Benedicto Calixto. A ação é uma parceria entre a Secretaria de Educação (Seduc), por meio do Programa Municipal de Justiça Restaurativa, Unisanta, Consulado Geral do Peru e o artista peruano Ivan Ciro Palomino, cujo trabalho inspirou a iniciativa.

“Fizemos este projeto de maneira coletiva, com a participação de muitos apoiadores. Começou pequeno e foi crescendo, com uma onda da paz mesmo. A ação dentro das escolas foi ótima, com o envolvimento de alunos, professores e equipes gestoras. Recebemos muitos trabalhos incríveis dos estudantes”, explicou a coordenadora do Programa Municipal de Justiça Restaurativa, Liliane Rezende, que também é uma das responsáveis pelo curso de pós-graduação lato sensu sobre Justiça Restaurativa, na Unisanta.

Ela explicou que as alunas do curso de pós-graduação foram às unidades escolares e desenvolveram práticas restaurativas, em parceria com os multiplicadores do programa municipal. Ao todo, participaram 37 escolas (12 municipais, 18 estaduais e 7 particulares). O concurso foi voltado para alunos de 8º ano do ensino fundamental.

 

PREMIADOS

Da rede municipal, foi premiado Marcus André de Oliveira Freitas, da UME Mário de Almeida Alcântara, com a ilustração intitulada ‘Consciência: girando pela paz’. “Eu nunca tinha participado de nenhum concurso. Gostei muito do tema, o mundo precisa de paz”, disse o aluno, que estava acompanhado da mãe Lucimar Rodrigues de Oliveira. Ele recebeu orientações da professora de arte, Meire Oliveira Alves da Silva.

Entre as escolas estaduais, foi selecionado o estudante Lucas Leandro dos Santos, da escola estadual Barnabé, com a produção ‘As cores das Sombras’. “Foi muito divertido participar. Gosto de desenhar”, destacou o adolescente, sob o olhar orgulhoso da mãe Maria Silva dos Santos. Ele contou com o apoio do professor Caio Henrique Ferraz.

“Quando recebi a notícia de que havia sido selecionada eu fiquei muito feliz, chorei de emoção, não esperava”, afirmou a estudante Isadora Salmi Gutierrez, da escola Presidente Kennedy, representante da rede particular. A aluna fez a obra ‘Nós não somos as notas’, com a orientação do professor Roberto Paulino Júnior. Ela foi ao evento acompanhada da mãe Luciana Soares Salmi Gutierrez. Os selecionados receberam certificado e um tablet. Além disso, os três trabalhos também ficarão expostos na Pinacoteca.

A iniciativa também contou com o apoio da Diretoria de Ensino Região Santos, escolas particulares do Município, Pinacoteca Benedito Calixto, Núcleos da Justiça Restaurativa do Legislativo e do Judiciário e União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs).

 

 

EXPOSIÇÃO

A premiação das produções artísticas ocorreu juntamente com o lançamento da Exposição do artista peruano Ivan Palomino, que tem o mesmo título do concurso. A mostra, que traz reflexões sobre a paz e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da ONU (Organizações das Nações Unidas), conta com 28 trabalhos. A exposição pode ser visitada até 7 de novembro, de terça-feira a domingo, das 9h30 às 18h, na Pinacoteca Benedicto Calixto. 

As duas ações comemoram o Jubileu de Diamante (60 anos) da Universidade Santa Cecília (Unisanta), o primeiro ano de inauguração do Núcleo Universitário de Práticas Restaurativas ‘Professora Nilza Pirilo Teixeira’ (Nupre), o Bicentenário da Independência do Peru e os 35 anos da Fundação da Pinacoteca Benedicto Calixto. O evento reuniu autoridades das instituições envolvidas e teve como cerimonialista a coordenadora de assuntos internacionais da prefeitura, Paula Quagliato.

Para o cônsul geral do Peru, Cesar Augusto de Las Casas, esta é uma oportunidade para mostrar para as pessoas de Santos e para todo o mundo as boas relações que existem entre peruanos e brasileiros. “Além disso, esta parceria tem o objetivo de divulgar o trabalho de Ivan Palomino, voltado para valores humanos fundamentais e reconhecido pelas Organizações das Nações Unidas”.

De acordo com a reitora da Universidade Santa Cecília, Silvia Ângela Teixeira Penteado, as políticas públicas de Justiça Restaurativa foram realizadas de forma pioneira em Santos, pela prefeitura. “Fomos parceiros na criação do Núcleo Universitário de Práticas Restaurativas e a Unisanta desenvolveu o primeiro curso de pós-graduação lato sensu nesta área. E isso tudo vai ao encontro do compromisso da universidade, voltado aos direitos humanos e a construção de uma sociedade mais justa”.

 

 

ARTISTA

O peruano Ivan Palomino nasceu em Lima, em 1977, e estudou Arte e Desenho na Pontificia Universidade Católica do Peru. Em 2016, ele ganhou um concurso da Organização das Nações Unidas (ONU), com um cartaz sobre a paz, concorrendo com 125 países. Na ocasião recebeu o prêmio do secretário geral da ONU, Ban Ki-moon e do Mensageiro de Paz e ator, Michael Douglas. Em 2017, a exposição ‘Consciência’, foi para o Rio de Janeiro, organizada pelas Nações Unidas do Brasil e pelo Consulado do Peru no Rio de Janeiro. Recebeu ainda outras premiações com trabalhos voltados para valores humanos.

Programa Municipal de Justiça Restaurativa 

A Justiça Restaurativa é um novo modelo de prevenção e solução de conflitos pelas partes envolvidas, por meio da restauração do dano causado, e não da punição, por meio do diálogo e do entendimento. Desde 2014, o programa passou a ser desenvolvido na rede municipal de ensino, iniciando com nove escolas-piloto, e atualmente está presente em todas as unidades.

Com a lei 3.371, de 2017, a Justiça Restaurativa virou política pública. Em 2018, foi inaugurado o Núcleo de Educação para a Paz, da Seduc.  Em 2019, foram inaugurados também o primeiro Núcleo de Justiça Restaurativa no Poder Legislativo do Brasil e outro núcleo no Poder Judiciário. Quatro escolas municipais também possuem núcleos da paz, viabilizados por meio da parceria com o Rotary Club Santos Boqueirão.

 

Galeria de Imagens