Conteúdo

Escola comemora 50 anos em clima de emoção

26 de outubro de 2018
18h 00

Emocionante. Assim foi a comemoração de 50 anos da escola Cely de Moura Negrini (Rádio Clube), com programação especial nos dois períodos, tendo como convidados, além da comunidade escolar, ex-alunos e seus familiares.

Depois de um café da manhã, assistiram à apresentação do hino da escola, cantado por alunos. A banda da unidade Maria de Lourdes Bernal tocou 'parabéns a você' e outras duas músicas.

“Foi emocionante rever ex-alunos e seus pais”, destacou a professora Cristiane Tavares, 49, há 18 lecionando na Cely.

À tarde, foram feitas apresentações musicais de estudantes e do Grupo Arte no Dique.

A recepcionista da escola, Alaíde dos Santos Evangelista, de 71 anos, 26 deles atuando na unidade, foi homenageada, assim como professores e pais.

Nas salas de aula, os presentes puderam apreciar trabalhos dos alunos com o tema ‘Valores’ e um memorial com fotos de várias épocas da escola, algumas do arquivo de memória da unidade e outras enviadas por ex-alunos, professores, funcionários e familiares.

A diretora Vergínia Carvalho disse que toda a escola, que atualmente possui 541 alunos de maternal a pré, se envolveu na festividade. Ela informou que, em comemoração ao aniversário, a biblioteca foi reorganizada e, por meio de eleição, foi eleita Cora Coralina como patrona. Outra ação foi um concurso de desenho com o tema “50 anos da UME Cely de Moura Negrini”. O primeiro lugar coube a Larissa Mendes dos Santos, jardim F. Já o segundo colocado foi Luiz Otávio, do pré E.

“Estou gostando muito porque estudei aqui em 1993 e 1994. Dois filhos meus, de 12 e 9 anos, também e agora o Vinicius, de 5 anos”, afirmou Erica Diniz Tenório, 30. “O que mais marcou foi brincar no parquinho”.

GELOTECA

A bibliotecária Cristina Zinezi, que auxiliou na reorganização da biblioteca, criou na entrada da escola a Geloteca, uma geladeira que não funciona, mas repleta de livros. Na parte externa, as inscrições “Ler descongela as ideias”, “Ler refrigera a mente” e “Leia para seus filhos”. No freezer, encontram-se obras para os adultos. No restante do eletrodoméstico, obras para os pequenos. “Os pais abrem a geladeira, tiram o exemplar que querem e devolvem se quiserem. Qualquer pode doar também”, disse Cristina. A próxima unidade a ganhar a Geloteca será a Pedro Crescenti.

Fotos: Marcelo Martins

Galeria de Imagens

crianças e adultos estão no pátio #pracegover
crianças tocam instrumentos #pracegover