Conteúdo

Entidade vai realizar melhorias após receber verba de R$ 905 mil

10 de setembro de 2019
18h 23

O Lar Espírita Mensageiros da Luz, que acolhe gratuitamente pessoas com paralisia cerebral, vai adquirir um novo veículo, circuito interno de câmeras, móveis para dormitórios e estações informatizadas. As melhorias serão possibilitadas graças à maior destinação de emendas parlamentares já realizada para uma entidade de Santos.

O termo de fomento para liberação do dinheiro foi assinado em agosto pela Prefeitura, no valor de R$ 905 mil (em cinco parcelas). Nesta terça-feira (10), houve visita de autoridades na sede da entidade (R. Cunha Moreira, 47, Encruzilhada) para celebrar o acordo.

As emendas parlamentares foram dos vereadores Sadao Nakai, Manuel Constantino, Francisco Nogueira, Bruno Orlandi, Zequinha Teixeira, Rui de Rosis, Audrey Kleys, Benedito Furtado, Telma de Souza, Fabrício Cardoso, Adilson Júnior, Sérgio Santana, Braz Antunes e Geonísio Pereira.

“Essas emendas nunca foram feitas na história da Cidade. São uma inovação desse governo, os vereadores fazem opções por destinar recurso e a Prefeitura paga. Esse é um legado que fica, uma conquista para a Cidade”, declarou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, durante o evento.

O prefeito destacou também a necessidade de parcerias. “O poder público deve ter a grandeza de descentralizar e apoiar quem faz e quem faz direito. Temos que buscar parcerias e o apoio de todos para avançar em trabalhos de excelência, como esse que é feito aqui no Mensageiros”. 

A presidente da entidade, Edna Kodja Daguer declarou o sentimento de gratidão pelo apoio. “Se o Mensageiros da Luz não existisse, onde essas pessoas estariam? Elas são as escolhidas porque ajudamos a terminarem suas provas com excelência de qualidade e é isso que pretendemos fazer enquanto estivermos aqui. Hoje tenho certeza absoluta que essa casa não tem fim”.

 

HISTÓRIA

 

O Mensageiros da Luz surgiu a partir do grupo kardecista pertencente ao Centro Espírita Henrique Seara, que visava a criação de um lar para pessoas com deficiência, de famílias em situação de vulnerabilidade social. O primeiro abrigamento ocorreu em 1969 e a edificação, que era apenas um sobrado, precisou ser ampliada. Hoje tem três andares com secretaria, salão para palestras e cursos doutrinários, salão de atividades múltiplas, quatro salões dormitórios, cozinha, despensa, farmácia, lavanderia industrial e seis banheiros.

No local, são abrigadas 27 pessoas com paralisia cerebral e outras deficiências associadas, de ambos os sexos, e idades variadas. O atendimento especializado é oferecido 24 horas por equipe multidisciplinar. Considerado uma referencia na região metropolitana da Baixada Santista, possui a Unidade II (Rua Pérsio de Queiroz, 121), onde estão instalados uma oficina de costura, escola de evangelização para crianças e setor de captação de recursos.

 

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.