Conteúdo

Ecopeixe retorna à praia de Santos para despertar consciência ecológica

9 de agosto de 2019
16h 02
funcionários auxiliam guindaste na colocação do ecopeixe #pracegover

A mascote da praia do Boqueirão está de volta. Nesta sexta (9), o Ecopeixe foi reinstalado na faixa de areia (em frente à Rua da Paz), com participação de 40 alunos da escola municipal Padre Waldemar Valle Martins, que levaram as próprias garrafas plásticas para reiniciar a escultura como ponto de descarte dos recicláveis pelos banhistas e ambulantes.

Instalado em 1ª de fevereiro, o Ecopeixe recolheu uma tonelada de plásticos, 15 quilos de vidro e cinco quilos de papel e papelão. A lixeira foi retirada em 14 de junho para receber serviços de manutenção da cooperativa de catadores ONG Sem Fronteira, que incluíram troca de telas, reconstrução do suporte da estrutura, aplicação de proteção contra ferrugem e pintura.

De acordo com uma das educadoras que acompanhou as crianças, Flavia Costa, a ação na praia faz parte do trabalho de formação integral do aluno, que entende sua importância no mundo como ser que contribui com a natureza e faz parte do ecossistema. “Cada um sabe da importância do seu papel na sociedade de guardião na natureza”.

As garrafas plásticas foram recolhidas pelos alunos em casa segundo orientação das professoras, visando a corresponsabilidade e o estímulo em transformar a ação em um hábito. “Com isso, eles passam a se conscientizar sobre separar esse material no dia a dia e se sentem pertencentes ao projeto do Ecopeixe”, explica Flavia.

A importância da escultura e lixeira é destacada pelo secretário de Meio Ambiente, Marco Libório. “Sabemos que é uma comunicação importante entre a política ambiental e a responsabilidade da sociedade. A ideia é causar impacto e trabalhar o inconformismo; as pessoas não podem entender como normal o que é comum: jogar o lixo na areia. Á ideia é provocar essa mudança de olhar”.

Neste trabalho de retorno do Ecopeixe houve participação da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), parceira da Secretaria de Meio Ambiente no Programa de Identificação das Fontes de Resíduo Marinho. O apoio é da Agência Ambiental da Suécia (SEPA, na sigla em sueco) e da International Solid Waste Association (ISWA).

Até o final do ano, também com o apoio da Abrelpe, um segundo ecopeixe será instalado na faixa de areia próximo à Fonte do Sapo, no bairro Aparecida.

Fotos: Raimundo Rosa

Galeria de Imagens

ecopeixe na carroceria de caminhão #pracegover
guindaste levanta o ecopeixe de caminhão #pracegover
crianças posam ao lado do ecopeixe com garrafas nas mãos #pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.