Conteúdo

Economistas e contadores da Prefeitura de Santos terão aumento salarial

27 de agosto de 2019
19h 15

A Prefeitura sancionou, na tarde desta terça-feira (27), um reajuste salarial a 21 economistas, contadores e administradores, com validade a partir do próximo mês. A medida vai ao encontro dos valores pagos a esses profissionais no mercado. A lei prevê a mudança no nível de vencimentos desse pessoal de P para R, passando o salário-base para R$ 7.363,55. Trata-se de uma reivindicação das categorias há pelo menos 7 anos. 

 

O texto, que passou por análise da Câmara de Vereadores, altera dispositivos da lei 758/12, que trata do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Estatutários do Poder Executivo Municipal. Atualmente, estes servidores estão presentes na Ouvidoria, Transparência e Controle; Procuradoria Geral do Município; e nas secretárias de Saúde, Educação e Finanças.

 

“Estamos saneando as contas da Prefeitura com a adoção de uma série de medidas e começando a colher os resultados do que implementamos em termos de gestão. Isso dá a oportunidade de corrigir essa distorção a esses profissionais que ajudam a equilibrar as finanças da Prefeitura, ampliar a arrecadação e beneficiar toda a Cidade”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa ao assinar o dispositivo.

 

“É uma carreira que exige constante atualização. Todos os nossos profissionais têm experiência de mercado, alguns até internacionais, há professores universitários também e entendemos que tão importante quanto atrair profissionais para a carreira pública é reter esses talentos”, falou o economista da Secretaria de Finanças, Plínio Rolim de Aguiar Neto.

 

O secretário municipal de Finanças, Maurício Franco também salientou a influência da concorrência. “Esses profissionais costumam ganhar duas a três vezes mais no mercado do que recebiam na Prefeitura, que ficava mais vulnerável a perdê-los”.

 

TRÂMITE

Em 12 de abril deste ano, o Executivo encaminhou à Câmara Municipal o projeto de lei para a mudança do nível de vencimento de economistas, contadores e administradores. A proposta passou pela avaliação das comissões obrigatórias antes de ser levada ao plenário para votação. O projeto foi aprovado em primeira discussão no dia 12 de agosto e em segunda, na sessão do último dia 15.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.