Conteúdo

Economia de água em equipamentos públicos em Santos já equivale a 22 piscinas olímpicas

9 de setembro de 2019
17h 27

A redução do consumo de água em equipamentos e prédios públicos municipais já resultou, desde o início do ano passado, em um volume equivalente a 22 piscinas olímpicas iguais à do Complexo Esportivo Rebouças, localizado na Ponta da Praia: 52,5 milhões de litros d’água deixaram de ser gastos por meio do Programa de Uso Racional da Água (Pura), realizado em Santos pela Sabesp, com parceria da Prefeitura, desde 2016.

De acordo com dados da Seção de Gestão de Contratos de Concessionárias (Segecoc), da Secretaria de Gestão (Seges), de janeiro a agosto deste ano, o volume de água economizado, comparando-se o mesmo período de 2018, chegou a 20,2 milhões de litros, o equivalente a oito piscinas olímpicas iguais à do Rebouças (com 2.350 metros cúbicos). Os números também são expressivos ao se considerar o comparativo de 2017/2018: redução de 32,2 milhões de litros, ou 14 piscinas do mesmo modelo.

Conforme o balanço detalhado, enquanto nos oito primeiros meses de 2018 foram consumidos 242.703 m3 de água, o total registrado entre estes meses, em 2019, é de 222.435 m3 - redução de 20.268 m3. Ao todo, a redução permitiu uma economia de mais de R$ 350 mil aos cofres municipais.


Já no período de janeiro a dezembro de 2018, o consumo foi de 496.189 m3, menor do que os 528.435 m3 verificados durante o ano de 2017, gerando uma economia de 32.246 m3, ou 32,2 milhões de litros de água. Portanto, somando-se a economia de janeiro a agosto deste ano com a redução verificada no ano passado, o total é de 52.514 m3, o que representa 52,5 milhões de litros d’água.


‘’Mesmo com a inauguração do Restaurante Bom Prato da Vila Gilda, em dezembro do ano passado, e de novas escolas municipais em janeiro, que são a Maria Lúcia Prandi e Luiz Alca de Sant’Anna, conseguimos atingir essa marca graças a ações que refletem a preocupação com a redução do consumo de água’’, explica Nilson Nascimento, chefe da Segecoc.

PROGRAMA

A Prefeitura aderiu ao Pura em 5 de fevereiro de 2016. O programa da Sabesp prevê benefícios como o desconto de 25% na conta de água em troca da implementação de ações de combate ao desperdício e redução de consumo nos prédios e equipamentos públicos.

A Sabesp visita os locais onde deve haver redução de consumo e faz um plano de mudanças, incluindo pesquisa e correção de vazamentos, programas de educação ambiental, relatórios do consumo e troca de equipamentos comuns por outros de baixo consumo como bacias sanitárias, válvulas de fechamento automático para chuveiros, torneiras e mictórios, por exemplo.

Em Santos, na primeira etapa do programa, dez equipamentos públicos passaram por medição e gestores de cada uma das unidades foram indicados para apontar possíveis desperdícios devido a vazamentos ou a excesso de vazão em torneiras. Foram providenciados consertos e adaptações.

Periodicamente, palestras de conscientização começaram a ser feitas com os servidores públicos, enquanto restritores de vazão foram sendo instalados no Paço Municipal, escolas, hospitais e outros locais com grande consumo.

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.